Mercadante volta a dizer que MIT vai abrir centro de pesquisas no Brasil

Segundo o ministro, o novo reitor da instituição tem interesse em novas formas de colaboração com o País

Agência Brasil,

31 Maio 2012 | 19h00

BRASÍLIA – O ministro da Educação, Alozio Mercadante, disse nesta quinta-feira, 31, que recebeu correspondência do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) reiterando o projeto de abrir um instituto de pesquisa no Brasil. O email foi enviado a Mercadante e ao ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Raupp, pelo novo reitor da instituição, Rafael Reif.

“Como futuro presidente do MIT, estou muito interessado em novas formas de colaboração com o Brasil, incluído a instalação de um centro de pesquisa”, diz Reif que atualmente ocupa o cargo de vice-reitor, mas foi escolhido para assumir o cargo a partir de julho.

As conversar entre uma possível parceria entre o governo brasileiro e o MIT teve início durante a viagem da presidente Dilma Rousseff aos Estados Unidos em abril. Na ocasião, Mercadante anunciou que o MIT iria abrir uma “filial” no Brasil, mas em seguida a instituição divulgou nota negando a informação.

Durante a visita em abril, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) assinou acordo com o MIT, com o objetivo de expandir a formação de engenheiros no Brasil. Mercadante disse que convidará um representante do instituto norte-americano para visitar o Brasil depois da Rio+20, quando a agenda do governo estará menos cheia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.