MEC divulga regras de avaliação da qualidade do ensino superior

Indicadores serão divulgados em dezembro; escolas têm até 29 para retificar dados

Estadão.edu,

18 Outubro 2012 | 13h45

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou nesta quinta-feira, 18, as regras para a elaboração dos indicadores de qualidade das instituições de ensino superior brasileiras referentes a 2011.

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União, as universidades, faculdades, institutos e centros universitários que oferecem cursos de ensino superior já podem acessar e retificar os dados coletados para o cálculo dos indicadores. A confirmação deve ser feita pela internet até o dia 29, e o resultado final da avaliação será divulgado ao público geral em 5 de dezembro.

As regras valem para a elaboração de três indicadores de qualidade: os conceitos do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2011, o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC).

Entrarão no cálculo dos indicadores a prova do Enade 2011, os questionários sobre infra-estrutura e a organização pedagógica da instituição, os dados do Censo da Educação Superior, como o número de matrícula dos estudantes, número de professores, regime de trabalho e titulação do corpo docente e as notas e o questionário socioeconômico feito do Enem 2009 e 2010 (Exame Nacional do Ensino Médio).

A avaliação de programas de pós-graduação stricto sensu, mestrado e doutorado, levarão em conta  o número de matrículas dos estudantes e nota da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Mais conteúdo sobre:
Enade avaliação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.