MBA: especialistas indicam qual o melhor momento para fazer o curso

MBA: especialistas indicam qual o melhor momento para fazer o curso

Masters são indicados para pessoas com experiência - de três a cinco anos de formado - e que buscam cargo de gerência

Guilherme Soares Dias, especial para o Estado, Estadão.edu

08 Novembro 2014 | 16h00

O investimento é alto - tanto financeiro quanto de tempo para se dedicar às aulas e ao estudo. Fazer um MBA exige esforço e, por isso, os candidatos se veem diante da clássica questão: Será que devo fazer um master ou investir em outra especialização?

Os especialistas defendem que os MBAs sejam feitos por profissionais que já têm experiência - no mínimo, de três a cinco anos de formado - e buscam nível de gerência na carreira. Assim, quem quer conhecimento técnico ou não pretende coordenar equipes deve procurar outro tipo de formação, como especializações lato sensu, mestrado e doutorado.

Segundo o diretor-geral da DM Seleção, Augusto Puliti, que faz consultoria de recrutamento e seleção de executivos, o MBA serve para profissionais que querem aprimorar o aprendizado e ganhar ferramentas de gestão. “Serve para acelerar processos, por isso, é importante o momento de escolha. Não recomendo que o profissional seja muito jovem - é preciso ter experiência para aprender o máximo possível.”

Puliti reforça que o retorno nem sempre é garantido e dificilmente ocorre no curto prazo. “É um selo de qualidade que te dá ferramentas para alavancar a carreira, mas não pense que você começará o curso como analista e terminará como diretor.”

O especialista destaca ainda que o profissional precisa ter tempo para se dedicar ao curso e fazê-lo com empenho. “São seus colegas que podem te indicar para vagas, por isso, realizar as atividades com dedicação é importante.”

Outra visão. Já a coaching em carreiras Claudia Gonçalves, blogueira do Estado, defende que o MBA seja feito antes de o profissional chegar à posição gerencial. “O curso dá base técnica, ensina a trabalhar em equipe e forma líderes. Isso ajuda a entender como a empresa funciona.” A especialista diz que os MBAs também podem ser utilizados para quem quer mudar de área. “É um experiência que exige atividades e dá conhecimento que fará diferença na hora da contratação.”

Salário. Outro objetivo de quem faz esse tipo de curso é alavancar o salário. O ganho, porém, ficou mais limitado nos últimos anos. Pesquisa da empresa Catho com profissionais com diferentes formações mostra que a remuneração de quem fez MBA cresceu cerca de dez pontos porcentuais menos nos últimos dez anos em relação aos empregados com outras qualificações (mais informações nesta página).

“Em 2004 eram poucos os profissionais que tinham esse curso e eles alcançavam rápida valorização. Com o aumento maciço de MBAs e uma oferta maior de profissionais com esse título, os salários deixaram de crescer tanto”, analisa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.