Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Educação

Educação » MBA em Marketing para todos os perfis

Educação

Márcio Fernandes/Estadão

Educação

MBA

MBA em Marketing para todos os perfis

O avanço da tecnologia exige que os profissionais estejam preparado para lidar com cliente cada vez mais difícil de atender

0

Luciana Alvarez,
Especial para o Estado

26 Janeiro 2016 | 03h00
Atualizado 26 Janeiro 2016 | 09h23

Com um mundo de informações na palma da mão, hoje, mais do que nunca, é o consumidor quem está no comando. Para entender, conversar e atender esse cliente com um novo perfil, usando novas ferramentas digitais, profissionais da área de marketing necessitam de atualização constante. Quem já tem experiência e ocupa cargos de liderança, o MBA com ênfase em Marketing é um dos principais caminhos para conseguir melhorar a relacionamento com o consumidor.

Experiente, o executivo Artur Tavares, de 56 anos, já acumulava no currículo passagens profissionais por diversos países, como Argentina, Panamá, Camarões, além da Venezuela, sua terra natal, e várias pós-graduações. Ainda assim, sentiu a necessidade de se aprofundar no tema. Tavares diz que o MBA em Marketing que fez pela Fundação Getulio Vargas (FGV), concluído em 2014, foi “revolucionário” em sua vida profissional. “O curso me deu ferramentas para trabalhar uma questão fundamental que é o relacionamento com o cliente.”

Após terminar o MBA já foi convidado a dar aulas e, ainda que tenha sido “promovido” a professor, garante que vai continuar estudando. “O mundo muda, o comportamento do cliente muda, a tecnologia muda. Não podemos ficar na arrogância e no achismo.”

Marketing para todos. Luiz Cláudio Zenone, um dos coordenadores do MBA de Marketing da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), defende que a evolução da tecnologia deva ser encarada como uma mudança de grande potencial positivo para o marketing. Mas destaca, sobretudo, as mudanças sociais que fazem com o que o marketing torne-se um conhecimento necessário para muitas áreas. “Já ultrapassamos a ideia de que é exclusivo para grandes corporações.”

Zenone relata que o MBA de Marketing da PUC tem grande procura por parte de empreendedores e profissionais liberais que desejam atender melhor seus clientes. “O marketing acaba sendo uma necessidade para se posicionar no mercado e trabalhar a marca. Em quase toda atividade profissional ele é necessário para melhorar a imagem.”

Em todo o Brasil. Para quem se preocupa com questões de mobilidade dentro do País, o MBA em Marketing da Fundação Getulio Vargas (FGV) tem a vantagem de ser oferecido em mais de 40 municípios. “Se o aluno for transferido, continua o curso de onde estiver, ou de um local próximo”, informou o coordenador acadêmico do MBA, Luís Sá. 

Há quatro anos, a FGV passou a oferecer também um MBA em Marketing Digital, este mais focado no aluno que trabalha na área de marketing, mas quer atualizar seu conhecimento com questões do universo digital. “Nos próximos cinco anos, ainda vamos ter a divisão entre marketing e marketing digital, mas a tendência é de que isso acabe.” 

Mundo digital. Com variados cursos de graduação e pós-graduação em Marketing, a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) oferece um MBA em Marketing Digital. “O marketing digital foi criado por uma necessidade crescente dos profissionais, que hoje têm cada vez mais canais”, contou Sérgio Santos, diretor de Marketing da pós-graduação da ESPM.

Segundo Santos, um dos diferenciais do curso que coordena tem a ver com a “genética” da instituição. “A ESPM foi fundada por publicitários porque o Brasil precisava de gente preparada.” O aluno da ESPM também tem a opção de fazer um módulo internacional. Os intercambistas passam duas semanas nas instituições conveniadas, estudando em período integral. 

A Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap) está lançando neste semestre um novo MBA que reúne marketing e tecnologia: o MBA Digital Data Marketing, que tem como diferencial um grande enfoque em conteúdos de análise e gestão de dados. “A Fiap tem credibilidade na área de tecnologia e, nas empresas, os profissionais de TI trabalham cada vez mais ligados à área de marketing”, disse Maurício Tortosa, um dos coordenadores do curso.

Na prática trabalhando juntos, os profissionais de marketing e TI “não falam a mesma língua”, diz o coordenador. A interlocução, contudo, traz vantagens para todos. “Há mais de mil fornecedores de softwares de marketing. Portanto, o profissional tem de entender de tecnologia.” 

Informação de qualidade. A excelência da biblioteca e o convênio com a Universidade Harvard, nos Estados Unidos, que permite aos alunos daqui ter acesso ao banco de dados com cases produzidos por lá, são alguns dos destaques do MBA em Marketing da Fundação Instituto de Administração (FIA), segundo Marcos Campomar, coordenador da pós-graduação. Embora seja tradicional, o curso se mantém atualizado, garante Campomar. “ O último prêmio Nobel de economia fez pesquisas sobre o comportamento do consumidor, e seus estudos já estão sendo incorporados ao curso.”

ENTREVISTA: Novo consumidor exige um marketing de diálogo

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Marketing Direto (Abemd), Efraim Kapulski, a atualização “é questão de vida ou morte” para atuar em uma sociedade em constante mudança. 

A evolução da tecnologia está produzido grandes mudanças no marketing? 

Em um artigo na revista da American Marketing Association, o professor Daniel Sweeney afirmou que o marketing passa por uma crise de identidade, parcialmente como resultado das enormes mudanças nos ambientes social, tecnológico e econômico. Detalhe: o ano de publicação foi 1972. Imagine o tamanho dessa crise de identidade hoje, quando as mudanças atingem dimensões e velocidade impensáveis há 40 anos. 

Em que sentido têm se dado as mudanças nesses 40 anos?

ivíamos então numa sociedade de massas, cujo desafio era levar mais produtos para mais gente. Agora estamos na “sociedade de nichos”, caminhando para uma “sociedade de indivíduos.” O marketing precisa mudar nessa direção, tornar-se mais personalizado e mais mensurável. 

Pode-se dizer que o marketing é essencial para os negócios? 

A resposta é clara nos dias atuais: o marketing é um processo social bem mais amplo, que atua para que a sociedade funcione de forma mais efetiva, pois traz transparência para relação das empresas com as pessoas. Nesse sentido, é vital.

Para que perfil de profissional o senhor recomendaria um MBA em marketing? 

Para todos os envolvidos com marketing stricto sensu. Até profissionais de áreas como criação e finanças deveriam pensar no assunto, para alcançar resultados melhores. Gerentes de marketing com formação mais técnica deveriam fazer cursos de criatividade e planejamento estratégico. O marketing é ciência e arte, e isso tem de ser respeitado e incentivado. / L.A.

DEPOIMENTOS

‘Passei a contribuir nas decisões’, conta Guilherme Ferrari, gerente de Marketing e Vendas

“Sou formado em Administração com ênfase em Comércio Exterior. Comecei minha carreira em 2005, atuando na coordenação de processos de importação e exportação. Mas era uma empresa pequena, e eu queria a experiência de trabalhar em uma grande companhia, com mais estrutura e com uma realidade diferente do que eu já estava adaptado.

Depois de dois anos, consegui alcançar a minha meta e fui trabalhar na área de vendas de uma multinacional, no setor de saúde. Tenho um perfil muito comercial, mas sabia que para crescer teria de assumir funções de marketing. 

Era um campo novo para mim, eu gostava, mas sabia que precisava de uma base teórica e prática. Faltava conhecimento. Por ter uma noção bem clara de que precisava aprender muito para desempenhar bem a função, achei que era hora de voltar a estudar.

Fiz a escolha do MBA já com certa maturidade, sabendo bem que era aquilo o que eu queria para minha vida e para a minha carreira. 

Segui a indicação de um amigo que já tinha feito o MBA de Marketing da Fundação Getulio Vargas. Antes da matrícula, fiquei atento a vários pontos. Primeiro me certifiquei de que o curso tinha um programa legal, que atendia às minhas expectativas. Depois, pesquisei sobre os professores e as aulas. Colhi muitas informações antes de me inscrever. Elas ajudam a evitar frustrações e surpresas.

O curso, que conclui no ano passado, me deu a base que eu precisava para ser um profissional mais completo. Aprendi conceitos e também fui estimulado a pensar fora da caixa.

Guardei todo o material que utilizamos em sala de aula e uso de vez em quando para consultas. Hoje consigo contribuir muito mais do que antes quando participo de reuniões estratégicas de marketing na empresa que trabalho. Meu objetivo é continuar crescendo na carreira dentro da companhia, chegar a ser diretor.”

‘O marketing me ajuda como biólogo’, relata Ricardo Gandara, biólogo

“Eu fiz Biologia, me formei em 1997, mas sempre trabalhei com ações na área comercial e de vendas. As vendas técnicas, de materiais para laboratório, de equipamentos e serviços de dedetização, por exemplo, acabam sendo feitas por biólogos. Gosto muito de estudar. Meu primeiro curso depois de formado foi sobre Propaganda na área de Medicina. Também fiz especialização em Divulgação Científica e mestrado. 

O contato com o marketing aconteceu quando fui trabalhar para dar apoio ao departamento comercial de uma empresa que vendia equipamentos para laboratórios, sobretudo escolares. Logo eles criaram um instituto para se tornarem mais reconhecidos, com um forte trabalho de branding. Então, minha ação no dia a dia era só marketing. 

Há sete anos tenho um cargo público, trabalho com manejo e conservação da fauna, mas algumas coisas que faço ainda são muito apoiadas no marketing. 

Fiz o MBA de Marketing Digital na ESPM porque me interesso pela gestão de conteúdo, como chamar a atenção do público e passar informação relevante. A Secretaria do Verde e Meio Ambiente, onde trabalho hoje, tem uma página na internet em que publicamos, por exemplo, o “animal da semana”. Pensar sobre o que publicar e quando publicar foram questões que vi durante o curso.”

SERVIÇO

ESPM

MBA em Marketing Digital 

Duração: 18 meses 

Vagas Não informado

Inscrições: Até 20/2

Seleção: Redação, análise de cadastro e currículo

Custo: R$ 40.971

Início das aulas: 29/2

Site: espm.br/pos

FGV

Curso: MBA em Marketing 

Duração: 18 a 22 meses 

Vagas: 450

Inscrições: Até o preenchimento das vagas

Seleção: Análise curricular e entrevista

Custo: R$ 33.737 

Início das aulas: 30/3

Site: mgm-saopaulo.fgv.br/cursos/marketingm.br

FIA

Curso: MBA em Marketing 

Duração: 19 meses 

Vagas: 35

Inscrições: Até 30/3

Seleção: Análise curricular, avaliação dissertativa e entrevista

Custo: R$ 35.840 

Início das aulas: 6/4

Site: fia.com.br/mba

PUC

Curso: MBA em Marketing 

Duração: 24 meses 

Vagas: Não informado

Inscrições: Até 20/2

Seleção: Análise de documentos e currículo

Custo: R$ 7.595,16 o semestre (valor sujeito a reajuste nos próximos semestres)

Início das aulas: 23/2

Site: pucsp.br

Comentários