Mais três ordens judiciais garantem vista da redação

Há pelo menos cinco decisões nesse sentido no País: quatro no Rio e uma no Rio Grande do Sul

Fabio Grellet, de O Estado de S. Paulo,

03 Janeiro 2013 | 20h49

RIO - Mais três estudantes conseguiram nesta quinta-feira, 3, ordens da Justiça Federal no Rio para ter acesso à correção da prova de redação do Enem e direito a pedir revisão da nota. Agora já há pelo menos cinco decisões nesse sentido no País: quatro no Rio e uma no Rio Grande do Sul.

 

A advogada Isadora Girão, que ontem já havia obtido a primeira decisão em favor de uma carioca, foi a autora desses outros três pedidos atendidos no Estado. As quatro decisões foram emitidas pelo juiz federal Marcel Correa. Ele ordenou que em até 48 horas o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), que organiza o Enem, permita que os estudantes vejam suas provas corrigidas.

Depois, os alunos terão 24 horas para pedir revisão. Caso haja esse pedido, a revisão deverá ser feita pelo Inep até o fim do prazo para a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que vai de 7 a 11 de janeiro.

Mais conteúdo sobre:
Enem redação justiça revisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.