Thiago Teixeira/AE
Thiago Teixeira/AE

Liberdade e autonomia desde o 1º dia de aula

No Santa Cruz, alunos controlam própria frequência e podem montar a grade curricular

Felipe Oda, O Estado de S. Paulo

12 Setembro 2011 | 04h08

Entre tudo aquilo que aprendeu e desenvolveu nos três anos do ensino médio no Colégio Santa Cruz, Adriana Baratela, de 18 anos, destaca o amadurecimento. "É o que aprendemos desde o primeiro dia de aula. São os alunos que controlam a própria frequência e têm autonomia para construir a grade curricular."

A ex-aluna afirma que a liberdade dada aos estudantes por professores e diretores do colégio não pode ser confundida com falta de compromisso ou acompanhamento adequado dos alunos.

"Aprendemos desde cedo no colégio a tomar nossas próprias decisões e a responder por elas. Nesse aspecto, o ambiente do Santa Cruz é bem peculiar. Temos liberdade, mas somos muito bem orientados."

Outra característica positiva ressaltado por Adriana é o "bom ambiente" no colégio - localizado no Alto de Pinheiros, na zona oeste da cidade. "Há muito respeito dentro da escola. Todos são muito bem recebidos por alunos, professores e funcionários. O Santa Cruz até incentiva a ‘socialização’ entre as turmas. Entre cada aula temos cinco minutos de intervalo para falar com os amigos."

Para Adriana, o bom desempenho do colégio em vestibulares e rankings no Enem é resultado do processo de amadurecimento dos seus alunos.

"O desempenho é uma consequência. Temos um ótimo conteúdo, desenvolvemos habilidades e criamos responsabilidade - lição para toda vida", diz a estudante, que se prepara para prestar o vestibular do curso de Medicina.

Mais conteúdo sobre:
enem 2010 Colégio Santa Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.