Jovens programadores dos Brics

Veja perfil de finalistas da competição de programação para universitários ICPC

Carlos Lordelo, do Estadão.edu, enviado especial a Varsóvia,

29 Maio 2012 | 00h02

 

Evgeny Kapun

Faz Matemática Aplicada e Ciência da Computação em São Petersburgo

 

Aos 22 anos, Evgeny é bicampeão mundial do ICPC: venceu em 2009 e este ano. O segredo do sucesso, diz ele, é o treinamento pesado – pelo menos 15 horas semanais resolvendo problemas semelhantes aos da competição. O russo começou a programar aos 7, com a ajuda de um amigo do pai, e aprendeu a linguagem Pascal na escola. Aos 15 ficou em segundo lugar na olimpíada nacional de física. Prestes a se formar, ele quer fazer pós na mesma faculdade. Seu objetivo é desenvolver um programa que permita eliminar o fator humano na programação de computadores.

 

Davi Duarte

Cursa o 4º ano de Ciência da Computação na Federal de Pernambuco

 

Aprovado no vestibular da UFPE, Davi tirou um sábado para conhecer o câmpus. Naquele dia viu um grupo de estudantes reunido para resolver problemas de programação. Logo que começaram as aulas, o calouro procurou os colegas e disse que queria entrar para a equipe. Foi aceito e começou um intenso treinamento que culminou com o 1.º lugar na última Maratona Brasileira de Programação e a classificação para a final mundial do ICPC. Em agosto, Davi, de 21 anos, viaja para a Califórnia, onde vai estagiar, durante três meses, na sede do Facebook.

 

Chenguang Zhu

Aluno de doutorado em Stanford, é formado pela Universidade Tsinghua

 

Chenguang começou a programar aos 8 anos e não parou mais. Ficou tão bom que, durante o ensino médio, ganhou uma medalha de ouro e duas de prata na olimpíada de informática chinesa. O desempenho na competição lhe garantiu vaga na disputada Tsinghua, uma das melhores universidades do país, sem que precisasse fazer o exame de admissão. Já na faculdade, recebeu bolsas de estudo pela excelência acadêmica e estagiou no Google e na Microsoft. Em Stanford desde 2010, o garoto de 25 anos é bolsista pesquisador do Departamento de Ciência da Computação.

 

* O repórter viajou a convite da IBM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.