Reprodução
Reprodução

Jogo gratuito desafia jovens a garantir água em cidade fictícia

Game lançado pela Agência Nacional de Águas simula desafios reais na gestão dos recursos hídricos

Júlia Marques, O Estado de S. Paulo

30 Agosto 2015 | 03h00

Para conscientizar crianças e jovens sobre o uso adequado dos recursos Hídricos, a Agência Nacional de Águas (ANA) lançou um jogo gratuito que simula os desafios de uma cidade. Os jogadores devem gerenciar o espaço, levando em conta a necessidade de garantir água em quantidade e qualidade para todos.

O game dura meia hora, o que representa quatro anos fictícios. "O Água em Jogo trabalha o conceito de gestão das águas em uma bacia hidrográfica. O jogador é um tomador de decisões", explica Taciana Leme, coordenadora de Capacitação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos.

Inspirado em games de construção de cidades, o Água em Jogo mostra os impactos que as ações têm para o meio ambiente. A cidade fictícia é formada por áreas residenciais, comerciais, industriais, rurais, de irrigação, de lazer e de preservação. 

O competidor deve, por exemplo, avaliar quais empreendimentos podem investir na cidade e optar por ações de melhoria da qualidade da água, como a construção de estações de tratamento do esgoto - tudo isso com um custo. 

Se o jogador identificar que uma indústria está consumindo muita água e poluindo, pode, por exemplo, retirar a outorga, que é o direito de uso, até que a empresa faça a regularização.

O conjunto de investimentos e decisões tomadas formam a pontuação final do jogador. O jogo está disponível online. Para começar, é só fazer um cadastro no site

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.