Governo encontra 5 livros inadequados na rede pública

A avaliação foi feita por uma comissão criada pela Secretaria de Estado da Educação e revisou 817 títulos

Rita Cirne, da Central de Notícias,

29 Maio 2009 | 19h47

Cinco livros do Programa Ler e Escrever foram considerados inadequados pelo governo do Estado de São Paulo para as salas de aula do ensino fundamental. A avaliação foi feita por uma comissão criada pela Secretaria de Estado da Educação para revisar os 817 títulos que compunham a lista de livros que serão utilizados em atividades de apoio nas salas de aula.

 

Veja também:

linkSP recolhe mais um livro inadequado distribuído a escolas

linkMP cobra governo de SP sobre livro didático com palavrões

linkLivro com conteúdo adulto não chegou a crianças, diz governo

linkSerra promete investigar livro inadequado

link Livro traz dois Paraguais e exclui Equador nas escolas de SP

 

A lista divulgada pela secretaria não faz referência ao primeiro livro apontado como inadequado à faixa etária a que se dirigia, o "Dez na Área, Um na Banheira e Ninguém no Gol", indicado para a 3ª série e que contém palavrões, frases de duplo sentido, expressões sexuais. Contudo, a lista inclui o segundo livro cujo conteúdo foi questionado na quinta-feira, 28, "Poesia do Dia - Poetas de Hoje para Leitores de Agora".

 

Segundo nota divulgada pela secretaria, serão recolhidos imediatamente os livros inadequados que já foram distribuídos às escolas. Uma sindicância está apurando as responsabilidades pelos erros no processo de seleção e compra dos títulos.

 

Os livros considerados inadequados são:

 

1 - "Um Campeonato de Piadas", de Laerte Sarrumor e Guca Domenico, da editora Nova Alexandria, por conteúdo preconceituoso;

2 - "Poesia do Dia - Poetas de Hoje para Leitores de Agora", de Alberto Pucheu, André Dick, Bruna Beber, Danilo Monteiro, Diego Vinhas, Elisa Andrade Buzzo, Fabrício Carpinejar, Fabrício Corsaletti, Joca Reiners Terron, Marcelo Camelo, Mário Bortolotto, Paulo Scott, Paulo Seben e Rodrigo Petronio, da editora Ática, por inadequação para a faixa etária;

3 - "O Triste Fim do Menino Ostra e Outras Histórias", de Tim Burton, da editora Girafinha, por inadequação para a faixa etária;

4 - "Memórias Inventadas - A Infância", de Manoel de Barros, da editora Planeta, das salas do Programa de Recuperação Intensiva da quarta série, por inadequação para a faixa etária;

5 - "Manual de Desculpas Esfarrapadas: casos de humor", de Leo Cunha, editora FTD, das salas do Programa de Recuperação Intensiva da quarta série, por inadequação para a faixa etária.

 

A secretaria informou ainda que no dia 3 de junho será inaugurada no Salão Nobre da Secretaria de Estado da Educação a mostra "Ler e Escrever - Acelerando o Aprendizado das Crianças", com os 812 livros da coleção Ler e Escrever.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.