Divulgação
Divulgação

Formação profissional: Museologia

‘Com nova exigência legal, procura por museólogo tem crescido rapidamente’

Jennifer Gonzales, O Estado de S. Paulo

13 Junho 2011 | 12h39

O curso de museologia ganha terreno nas universidades do País após a criação do Estatuto de Museus, no início de 2009. O  texto determina que as instituições tenham um plano museológico – definido por diretrizes de preservação, conservação e segurança de bens – e que cada museu  tenha um profissional da área.

 

“Até 2007, só havia dois cursos em todo o Brasil: na Bahia e em Minas. Agora, são 12 cursos”, informa a coordenadora do curso de museologia da  Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Marlise Giovanaz.

 

A universidade gaúcha ganhou sua primeira turma em 2008, pouco antes do estatuto. “Com a nova exigência da lei, a procura por esse profissional tem crescido apidamente”, diz Marlise.

 

O curso de museologia possui três linhas de aprendizagem: conservação (todo tipo de bens e documentos,  não apenas artísticos), pesquisa museológica (acervos de museus) e comunicação (atividades educativas relacionadas ao público  visitante). “Há todo tipo de museus, não só de arte, como de história natural, botânica e arquitetura. Além disso, esse profissional também pode trabalhar na  criação de memoriais e museus de empresas”, explica a coordenadora. “O museólogo é um profissional que gerencia todas as atividades e processos do campo  museológico.”

 

Opinião do especialista

 

MARLISE GIOVANAZ

COORDENADORA DO CURSO DE MUSEOLOGIA DA UFRGS

 

“A criação do Estatuto de Museus pelo Ministério da Cultura em 2009 abriu nova oportunidade para o surgimento de novos cursos no País e de mercado de trabalho nessas instituições.”

 

Museologia

 

Salário inicial

Variável

 

Duração

4 anos

 

Disciplinas

História dos registros humanos, iniciação à museologia, informação e memória social, gestão em museus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.