Federal do Rio de Janeiro anuncia retomada das aulas

A previsão é que os 40 mil alunos retornem às salas de aulas na próxima segunda-feira

Estadão.edu, com Agência Brasil,

03 Setembro 2012 | 14h44

Para repor as aulas perdidas com a greve mais longa da instituição, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) elaborará um novo calendário acadêmico na quarta-feira, 5. A previsão é que os 40 mil alunos retornem às salas de aulas na próxima segunda, 10.

Em nota, o reitor Carlos Levi afirmou que ao longo da semana medidas administrativas serão tomadas para que a volta às aulas, após mais de 100 dias de paralisação “transcorra com tranquilidade” e evite “qualquer tipo de prejuízo à formação dos alunos”. Na última sexta-feira, 31, com ampla maioria dos votos, os professores encerraram a greve.

As universidades Federal Fluminense, Federal Rural e da Federal do Estado do Rio de Janeiro permanecem paralisadas. Em todo o País, 52 instituições de ensino continuam em greve. São vinculadas ao Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN).

De acordo com o Andes no Rio, para discutir a retomada das atividades acadêmicas novas assembleias estão previstas para esta semana. Na terça, 4, será vez dos professores da Federal Fluminense e do Colégio Pedro II.

Em nota de sete páginas divulgada no domingo, 2, o Andes avalia que as negociações com o governo federal estão difíceis. Pede que as entidades discutam a manutenção greve, mas sem suspender a mobilização pela reabertura das negociações com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

O governo federal encerrou as negociações no último dia 13, oferecendo reajustes de até 40%. A proposta foi aceita pelo Sindicato de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes). O Andes rejeitou o oferta, mas o governo não reabriu a negociação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.