Estudantes podem entregar prova da Fuvest a partir das 16h

Exame começou às 13h e termina às 18h; 'Estadão.edu' terá correção ao vivo às 18h45

Estadão.edu,

25 Novembro 2012 | 14h46

Mais de 159 mil estudantes participam neste domingo, 25, da primeira fase da Fuvest. A prova começou às 13h e vai até as 18h. Os candidatos podem começar a deixar os locais de exame a partir das 16h.

 

Por volta das 15h, a diretora executiva da Fuvest, Maria Thereza Fraga Rocco, disse que a prova ocorria "da maneira mais tranquila possível". Para ela, o índice de abstenção não deve ultrapassar 10% e os cursos de Medicina e Engenharia são os mais concorridos porque estão em alta no mercado.

 

Neste ano a fundação seleciona 10.982 alunos para a USP e outros 100 para o curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Também fazem a prova 21,5 mil treineiros, que não vão terminar o ensino médio agora e, portanto, não concorrem às vagas.

 

A prova de primeira fase tem 90 questões de múltipla escolha sobre as matérias do núcleo comum do ensino médio: língua portuguesa, língua inglesa, matemática, geografia, história, física, química e biologia. Alguns testes são interdisciplinares.

 

O Estadão.edu vai transmitir a correção ao vivo do exame a partir das 18h45, no site www.estadao.com.br/aovivo. Dez professores do Cursinho da Poli farão a análise das questões no estúdio da TV Estadão. Na mesma página será possível conferir o gabarito oficial do vestibular, que deve ser divulgado por volta das 19h30.

 

Os vestibulandos podem enviar dúvidas pelo Facebook (www.facebook.com/estadao.edu) ou pelo Twitter (www.twitter.com/estadaoedu), postando mensagens com a hashtag #EduFuvest.

 

 

A relação dos classificados para a segunda fase do vestibular será divulgada no dia 17 de dezembro e as provas serão aplicadas de 6 a 8 de janeiro. A lista dos aprovados estará disponível no dia 2 de fevereiro.

 

O número de inscritos neste ano aumentou 8% em relação à edição passada, quando o processo seletivo teve 146.892 candidatos. Além disso, Medicina voltou a ser o curso mais concorrido, com 56,43 candidatos para cada uma das 275 vagas. No ano passado, a carreira mais disputada foi a de Engenharia Civil no câmpus da USP em São Carlos.

 

* Atualizada às 15h15

Mais conteúdo sobre:
Fuvest Vestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.