Estudante que faz denúncias contra colégio participa de Hangout nesta terça-feira

A adolescente Isadora Faber ganhou fama ao postar no Facebook fotos de falhas estruturais de sua escola

Estadão.edu,

28 Agosto 2012 | 15h35

Na noite terça-feira, 28, o Estadão.edu entrevistará a adolescente Isadora Faber, de 13 anos, aluna da Escola Municipal Maria Tomazia Coelho, de Florianópolis. No início de julho, a estudante criou a página 'Diário de Classe' no Facebook para denunciar algumas falhas estruturais de seu colégio. O que a princípio deveria permanecer entre alguns colegas, acabou ganhando grande repercussão na web. Na manhã desta segunda, 27, a página reunia pouco mais do que seis mil "curtir". Às 15h30 de terça, eles já ultrapassavam a marca dos 97 mil.

Os interessados poderão acompanhar a entrevista com Isadora ao vivo, a partir das 20h30, pelo perfil do Estadão.edu no Google+. Aqueles que quiserem participar, podem enviar desde já perguntas via Twitter com a hashtag #diariodeclasse, ou então pelos perfis do Estadão ou do Estadão.edu no Facebook.

A estudante aproveitou a grande popularidade da página para convidar outros jovens a também postarem o que há de errado em seus colégios. A aluna passou a sofrer retaliações de professores e colegas por conta das denúncias. Porém, a família tem dado bastante apoio à jovem.

Nesta tarde, a diretora da escola se reúne com membros da Secretaria de Educação de Santa Catarina, que até o momento não se posicionou oficialmente sobre o caso.

A página 'Diário de Classe' já está há mais de mês no ar. Nela, a estudante mostra por meio de fotos alguns problemas no colégio em que estuda, como portas sem maçaneta, fios desencapados, carteiras quebradas e ventiladores que dão choque.

De acordo com Isadora, sua meta é mostrar a situação precária em que se encontram as escolas públicas. A iniciativa fez com que algumas coisas melhorassem. Agora, algumas fechaduras e portas já foram trocadas e fios já foram consertados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.