Estadão.edu promove Google Hangout sobre cota de 50% nas federais

Debate online contou com a participação de estudantes e especialistas

Estadão.edu,

08 Agosto 2012 | 20h02

Na tarde desta quarta-feira, 8, o editor do Estadão.edu, Sergio Pompeu, conversou com jovens estudantes, especialistas e membros dos movimentos sociais sobre o projeto de lei que prevê que 50% das vagas em universidades federais sejam reservadas para alunos de escolas públicas. O bate-papo foi transmitido ao vivo pelo Google Hangout.

Participou da conversa o diretor da ONG Educafro, frei David Raimundo dos Santos, o advogado José Roberto Ferreira Militão, membro da Comissão de Negros da OAB/SP, o presidente do Movimento dos Sem Universidade (MSU), Sérgio Custódio, o Blogueiro do Estadão.edu, Roberto Lobo, ex-reitor da USP.

A discussão online ainda contou com a participação do estudante de História da USP, Éder Souza, e do o ex-diretor do DCE da USP, Thiago Aguiar.

A conversa, na íntegra, está disponível no vídeo abaixo. Vale lembrar que o debate tem início a partir dos 4'45''.

 

Projeto

De autoria da deputada federal Nice Lobão (PSD-MA), a proposta, já havia sido aprovada na Câmara e agora tem de passar pela sanção da presidente Dilma Rousseff. Desse quantitativo de vagas reservadas aos alunos de escola pública, metade será destinada a estudantes cuja renda familiar é igual ou inferior a 1,5 salário mínimo por pessoa. Paralelamente, para os 50% de todas as vagas da instituição de ensino, serão aplicados também critérios raciais. O ajuste racial será feito com base nos porcentuais dos perfis étnicos em cada Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.