Escolas do Rio terão semana de combate ao bullying

Evento lembrará as vítimas do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira

Agência Brasil,

07 Março 2013 | 20h45

As escolas públicas e privadas do Rio terão uma semana dedicada ao combate ao bullying (ato de agredir fisicamente ou verbalmente uma criança ou adolescente, de modo contínuo e intencional) e ao cyberbullying (agressão feita pela internet). A iniciativa está marcada para a primeira semana de abril e vai lembrar as vítimas do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste da capital fluminense.

 

Na manhã do dia 7 de abril de 2011, Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, ex-aluno da escola, invadiu o prédio armado com dois revólveres e matou 12 alunos, suicidando-se depois do atentado.

 

De acordo com a Secretaria da Educação, as ações educativas de combate ao bullying e cyberbullying serão feitas com a participação de alunos da rede pública de ensino durante todo o ano letivo, mas a programação da semana do evento ainda não foi definida.

 

Segundo a Pesquisa Nacional da Saúde do Escolar (Pense), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 21% dos casos de bullying ocorrem nas salas de aula, mesmo com a presença do professor.

Mais conteúdo sobre:
Bullying Rio de Janeiro Escola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.