Enem 2009 registra mais de 300 mil inscritos nos primeiros dois dias

Número supera marca alcançada no primeiro ano do exame; estudantes tem até o dia 17 de julho para se inscrever

Ana Bizzotto, Especial para O Estado de S. Paulo

16 Junho 2009 | 20h54

Mais de 300 mil estudantes já garantiram sua participação no Enem 2009 nos dois primeiros dias de inscrições. Segundo informou o Inep, responsável pela elaboração e aplicação do exame, o número supera a marca alcançada em 1998, ano do primeiro exame, quando foram registrados 157.221 inscritos em toda a edição. As inscrições podem ser feitas até 17 de julho pelo site http://enem.inep.gov.br/inscricao   O aumento da demanda era esperado devido às mudanças no exame, que a partir deste ano será usado para a seleção de candidatos pelas universidades federais. Na segunda-feira, 15, o ministro da Educação, Fernando Haddad, informou que 42 das 55 universidades federais utilizarão o Enem para selecionar seus alunos, seja em 2009 ou nos próximos processos seletivos. O formato também vai mudar. A prova terá anteriores 180 questões objetivas, em vez dos 63 itens cobrados até o ano passado.   Veja também:   Deciframos o DNA do Enem   Neste ano, todas as inscrições para o Enem serão realizadas exclusivamente pela internet. Concluintes de escolas públicas e privadas, egressos do ensino médio e alunos que estão fora da rede - para os quais o Enem vai substituir o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) - devem preencher o cadastro de inscrição com as informações necessárias, enviar os dados e verificar se a transferência foi concretizada.   Os comprovantes de inscrição estarão disponíveis no site. Serão isentos do pagamento da taxa os concluintes do ensino médio, em qualquer modalidade, matriculados em instituições públicas de ensino. Os demais participantes poderão solicitar a isenção no ato da inscrição do Enem. O deferimento dos pedidos de isenção deverão ser acompanhados a partir do dia 10 de julho.

Mais conteúdo sobre:
pontoedu Enem vestibular universidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.