Embaixada dos EUA lança projeto Jovens Embaixadores

Programa seleciona alunos de escolas públicas de todo o País para intercâmbio cultural de 3 semanas

Luciana Alvarez, O Estado de S. Paulo

26 Abril 2010 | 12h26

A embaixada americana no Brasil lança nesta segunda-feira, dia 26, a 9.ª edição do programa Jovens Embaixadores, que leva estudantes de escolas públicas do País para um intercâmbio de três semanas nos EUA. Podem se inscrever alunos de ensino médio com bom desempenho, que façam trabalho voluntário e tenham fluência em inglês. Neste ano, serão oferecidas 35 vagas.

 

Durante o lançamento, o embaixador Thomas Shannon anunciará também a concessão de dez bolsas de estudo em cursos de verão nos Estados Unidos para alguns dos "jovens embaixadores" de edições anteriores.

 

Segundo Shannon, o projeto traz benefícios para os dois países envolvidos. "O governo americano sabe que os jovens vão determinar o futuro do mundo e é importante ter uma maneira de se comunicar com os brasileiros", disse. "Identificamos jovens com capacidades especiais para atuar como ponte entre o Brasil e o restante do mundo."

 

Márcia Mizuno, coordenadora e uma das idealizadoras do Jovens Embaixadores, destaca a amplitude do projeto. "Queremos melhorar a autoestima dos estudantes de escolas públicas, com a valorização de bons exemplos", explica. "Mostramos que se eles estudarem e buscarem melhorar, vão ter oportunidades - e isso transforma a comunidade inteira."

 

Mão dupla. O programa, iniciado no Brasil, hoje é replicado em outros 16 países. A partir deste ano, o projeto será de mão dupla: em agosto, 12 estudantes americanos de bom desempenho e baixa renda vão passar três semanas em capitais brasileiras.

 

Bruna Lobato, de Parnamirim, no Rio Grande do Norte, se dedicou muito para conseguir fluência no idioma. "Sempre estudei só, descobrindo coisas na internet", conta.

 

Na primeira vez em que se inscreveu, não foi aprovada, mas ganhou um curso de imersão em inglês. Em 2009, conseguiu a vaga e viajou em janeiro deste ano. Na Casa Branca, representou o grupo ao apresentar o projeto para a primeira-dama, Michelle Obama. "Eles me escolheram porque sou calma e seria um momento de extrema emoção."

 

A paulistana Gabrielle Cavalheiro, que também viajou este ano, destaca o interesse dos americanos em saber mais sobre o Brasil. "Eles foram bem abertos, estavam loucos para conhecer os brasileiros."

 

Serviço. As inscrições podem ser feitas de hoje até o dia 5 de agosto por meio do site www.facebook.com/JovensEmbaixadores.

Mais conteúdo sobre:
jovens embaixadores intercâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.