Em assembleia, docentes da UnB encerram paralisação

Os professores da UnB decidiram no final da tarde desta sexta-feira, 17, encerrar a greve, que durava desde maio, após votação em assembleia extraordinária da Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (Adunb). Ao todo, 130 docentes votaram a favor do fim da greve enquanto 115 votaram contra. Houve ainda três abstenções. As aulas devem voltar a partir da próxima segunda-feira, 20.

17 Agosto 2012 | 18h53

Segundo a assessoria do Adunb, a greve acabou porque o governo aceitou a proposta de reajuste para a categoria de 25% até 45% fracionado até 2015. O clima da votação foi bastante tenso, com muitos professores revoltados por não concordar com o fim da greve. Alguns ameaçam anular a assembleia.

Hoje também anunciaram o encerramento da greve o campus de Guarulhos da Unifesp e parte dos professores da UFSC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.