JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Diretora da FFLCH ganha consulta pública para reitoria da USP

Maria Arminda do Nascimento Arruda teve 3.749 votos; resultado não interfere na eleição oficial, que será realizada na próxima 2ª

Renata Cafardo, especial para o Estado

23 Outubro 2017 | 22h56

SÃO PAULO - A diretora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Maria Arminda do Nascimento Arruda, foi a mais votada na consulta pública para assumir a reitoria da Universidade de São Paulo (USP), realizada nesta segunda-feira, 23. Ela teve 3.749 votos. Pouco mais de 9 mil pessoas participaram da pesquisa, que foi online. 

+++ Conheça os acadêmicos no páreo da eleição para a reitoria da USP

Todos os professores, funcionários e alunos podiam votar, mas a consulta não interfere na eleição oficial, que será na próxima segunda-feira, 30. Em segundo lugar, ficou o candidato Ildo Luís Sauer (2.353 votos), professor da Escola Politécnica e ex-diretor da Petrobrás. 

+++ Quatro chapas disputarão a reitoria da USP

Ele e Maria Arminda fazem oposição à atual gestão. O atual vice-reitor da USP, Vahan Agopyan, teve 2.138 votos e o professor da FFLCH Ricardo Ribeiro Terra, 439 votos.

No dia das eleições, os três mais votados por um colégio eleitoral com cerca de 2 mil pessoas formarão uma lista tríplice, que será enviada ao governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.