Acervo pessoal
Acervo pessoal

Curso de MBA em dados aposta em currículo pensado coletivamente

Grade do curso de Arquitetura e Administração de Banco de Dados da Fiap foi elaborada em esquema de 'crowdsourcing', conta diretor

Juliane Freitas, O Estado de S. Paulo

26 Fevereiro 2015 | 19h42

A Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap) está lançando neste ano o MBA em Arquitetura e Administração de Banco de Dados, voltado para profissionais das áreas de TI, sistemas de DW e analistas e desenvolvedores de bancos de dados. 

O curso promete um diferencial por seu método de elaboração, que reuniu profissionais atuantes no mercado, e é considerado pela instituição como um curso colaborativo em sua estrutura, seguindo o modelo de crowdsourcing. 

Cerca de 100 ex-alunos, professores, profissionais de TI, gestores de qualidade e gerentes de projetos BI e CIOs, entre outros especialistas, participaram do processo de elaboração da grade curricular, que levou cerca de quatro meses para ser preparada. 

"Eles preencheram formulários e cada um fez uma proposta de disciplinas que o curso deveria ter. Fizemos várias reuniões com todo esse grupo para chegar no conceito desse curso e a criação de um produto", explica o diretor acadêmico dos cursos de MBA da Universidade, Eduardo Endo. 

Os seis módulos do MBA abrangem temas como estratégia empresarial, governança de dados, gestão e liderança, política e gestão de backup e recovery, master data management, big data, empreendedorismo e inovação, disciplinas que foram pensadas para devolver ao mercado um profissional de TI completo, não somente técnico.

Segundo o diretor, a ideia de pensar todo o programa segue uma tendência mundial de inovação colaborativa e tira o peso da elaboração de uma grade complexa das mãos de um coordenador, que, embora especialista, "nunca saberá tudo sobre toda a área". "Uma inovação no mercado é sempre feita com várias pessoas", defende. 

Para Endo, a aproximação com as necessidades do profissional que já está no mercado e das empresas que buscam bons nomes na área da TI fez com que a procura para a primeira turma do curso fosse tão grande. 

"O diferencial do curso é um alinhamento maior com o que o mercado quer. Os cursos de pós-graduação, em sua maioria, têm base em pensamentos de poucas pessoas, o que pode deixar algumas lacunas. Com o programa elaborado dessa forma, as lacunas são menores, é um curso que vai ser mais aderente à necessidade do aluno e do mercado", aposta Endo. 

A grade completa tem 360 horas/aula. O curso também tem um projeto integrado para o desenvolvimento prático das disciplinas e uso das tecnologias aplicadas no mercado, como Oracle e SQL. Para obter o título de MBA ao final do curso, é preciso apresentar um trabalho de conclusão.

As inscrições estão abertas para o processo seletivo até 31 de março. A matrícula custa R$ 490 e o curso inteiro, se pago à vista, R$ 16.361,42. Mais informações podem ser obtidas no site da Fiap

Mais conteúdo sobre:
MBA crowdsourcing Fiap TI arquitetura de dados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.