Curso de entidades de classe poderá ter mesma validade de especialização de universidades

De acordo com projeto de lei, medida valerá para comprovação de títulos em concursos públicos e processos seletivos ou admissionais em entidades públicas ou empresas privadas

Agência Câmara,

04 Janeiro 2013 | 21h29

A Câmara analisa projeto de lei do deputado Dr. Grilo (PSL-MG) que concede aos títulos de especialização emitidos por entidades de classe profissional a mesma validade daqueles concedidos por universidades e faculdades. A medida valerá para efeito de comprovação de títulos em concursos públicos e processos seletivos ou admissionais em entidades públicas ou empresas privadas.

 

Com isso, os títulos de especialização emitidos pelas entidades de classe profissional, inclusive associações de caráter científico cultural, registradas pelos respectivos conselhos, terão a mesma pontuação dos demais documentos.

 

“A qualidade e eficiência dos cursos ministrados pelas associações e entidades de classe são comprovadas e reconhecidas pelos conselhos de classe, que são os responsáveis pela fiscalização e regulamentação do exercício profissional”, argumenta o deputado.

 

A proposta será analisada em caráter conclusivo  pelas comissões de Educação e Cultura; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Mais conteúdo sobre:
Projeto de lei Câmara Especialização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.