TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Cresce nº de internos da Fundação Casa na 2ª fase da Olimpíada de Matemática

No total, 550 adolescentes que cumprem medida socioeducativa estão na etapa, ante 542 em 2014; em 2013, eram 472

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

04 Setembro 2015 | 11h19

SÃO PAULO - O número de adolescentes internados na Fundação Casa que foram para a segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) aumentou neste ano. No total, 550 adolescentes que cumprem medida socioeducativa estão na etapa, ante 542 no ano passado. Em relação a 2013, o crescimento é maior - 472 tinham sido aprovados naquele ano.

Na primeira fase, em que há apenas questões de múltipla escolha, 4.333 adolescentes da Fundação participaram. A Obmep reúne 18 milhões de competidores e recebe alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Já a segunda  fase é composta de questões dissertativas. A disputa é promovida pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa).

Os prêmios desta edição são: 500 medalhas de ouro, 1.500 medalhas de prata, 4.500 medalhas de bronze e certificados de Menção Honrosa. Além disso, os vencedores também podem receber bolsas de iniciação científica júnior. Os professores e escolas também receberão premiação pelo bom desempenho dos alunos.

A Obmep não é obrigatória na Fundação Casa, mas todos os estudantes são inscritos e motivados pelos professores a participar. Para aumentar este incentivo, a Fundação Casa iniciou em 2014 uma parceria de aprendizado de matemática com a Khan Academy, plataforma virtual de videoaulas dos Estados Unidos trazida ao Brasil pela Fundação Lemann. Os conteúdos são todos traduzidos ao português.

Perfil. A  maior parte dos alunos têm entre 15 e 17 anos. A defasagem escolar é comum entre eles - de acordo com dados da instituição de 2014, 92% dos alunos não estavam na série correta para a idade. Os adolescentes, ao entrar no regime da casa, passam por uma rotina de estudos em sala de aula - todos os centros socieducativos são vinculados a uma escola da rede estadual e os professores podem optar em dar aulas dentro da instituição.

Mais conteúdo sobre:
obmep fundação casa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.