Confira o gabarito oficial do primeiro dia de provas da Unifesp

Para professores de cursinho, exame teve nível de dificuldade médio

Estadão.edu,

14 Dezembro 2012 | 10h06

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) aplicou nesta quinta-feira, 13, a primeira prova do vestibular misto. O exame seleciona alunos para os cursos de Medicina, Enfermagem, Fonoaudiologia e Ciências Biológicas (modalidade médica), no câmpus da capital, e Ciências Ambientais, Ciências Biológicas e Engenharia Química, no câmpus de Diadema.

Neste primeiro dia de provas, os candidatos responderam a 45 questões de múltipla escolha, sendo 30 de língua portuguesa e 15 de língua inglesa. Também escreveram uma redação. O gabarito oficial já foi divulgado pela Vunesp, entidade que organiza o processo seletivo, no site www.vunesp.com.br/ufsp1204.

Professores de cursinhos dizem que o exame teve nível médio de dificuldade e, em geral, trouxe questões bem formuladas, com exceção dos itens 3 e 39 (na versão 1).

Para Elisabeth Massaranduba, docente de língua portuguesa no Objetivo, o teste 3, que se referia a um poema de Carlos Drummond de Andrade, tem duas respostas possíveis. De acordo com o gabarito oficial, a alternativa correta é a D. Mas, segundo a professora, parte da alternativa fala de algo que nem sequer é citado no poema, "uma reflexão sobre o fazer poético". Já a alternativa A, que menciona a um "discurso da metafísica", pode também ser também aceita, diz Elisabeth, porque há no texto trechos que poderiam confirmá-la, tal como "Diálogo com mineral", "com os astros" e "com os mortos".

Já Alberto Francisco do Nascimento, coordenador de Vestibular do Anglo, diz que o teste 39, de inglês, tinha alternativas "dúbias". Para ele, as questões de língua estrangeira não foram difíceis.

Na avaliação da coordenadora de inglês do Objetivo, Cristina Armaganijan, a prova estava bem feita e adequada. "O aluno que fez um bom ensino médio consegue responder com tranquilidade", diz. "É uma prova elogiável."

Heric José Palos, professor de língua portuguesa, diz que a prova teve textos bons, embora longos. "Assim a prova se torna longa, cansativa. O aluno pode acabar cometendo erros por bobeira."

O tema da redação foi "Comissão da Verdade: que verdade alcançar?". "É uma proposta bastante atual. Acho que os alunos não devem ter tido muita dificuldade, principalmente aqueles que costumam ler jornal", diz Elisabeth, do Objetivo.

O vestibular misto termina nesta sexta, 14, com questões dissertativas sobre biologia, química, física e matemática.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.