Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Confira 27 universidades que têm vestibular de inverno

Aqui você encontrará o perfil de 15 instituições de ensino superior e o serviço de outras 12 que oferecem vagas no meio do ano

O Estado de S. Paulo

17 Maio 2016 | 13h06

Você está se preparando para a maratona de provas do vestibular de inverno? Aqui você encontrará o perfil de 15 universidades, com informações sobre inscrições, outras datas importantes e faixa de mensalidade, e o serviço de outras 12 instituições que também oferecem vagas no meio do ano.

O candidato que quer usar o vestibular de inverno como atalho para mudar de rota, não pode perder esta reportagem. Se sua dificuldade é com a organização do tempo de estudo nestas semanais finais, clique aqui. Quem busca formas de se tranquilizar antes do vestibular deve clicar aqui. Mas se você procura dicas de estudantes que já enfrentaram esta fase, talvez os candidatos youtubers possam te auxiliar.

 

FEDERAIS: Mais vagas pelo Sisu

Das 37 universidades federais que abrem espaços nos curso de graduação, 31 vão usar a nota do Enem para ingresso no vestibular de meio de ano

Das 63 universidades federais do Brasil, 37 abrem vagas no vestibular do meio do ano. Delas, 31 vão usar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), método de seleção de estudantes para instituições públicas de ensino superior baseado na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A quantidade de vagas nas federais não está fechada, pois algumas universidades ainda não divulgaram seus editais. Até o fechamento desta edição, eram pelo menos 37 mil vagas - nenhuma em federais de São Paulo.

A Universidade Federal de São João del-Rei, em Minas Gerais, aderiu ao Sisu em 2013. “O sistema tem vantagens, como aumentar a procura pelos cursos e dar mais oportunidades para candidatos de outros Estados”, explica José Trindade da Silva, presidente da Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) da instituição.

Para preencher vagas remanescentes, a Universidade Federal do Amapá usa no meio do ano o Processo Seletivo às Matriculas Especiais (PSME), ou Vestibulinho, como é conhecido. A demanda surge de acordo com o abandono dos cursos. “Ao longo do semestre, por motivos pessoais ou falta de interesse, inúmeras vagas ficam inativas”, explica a reitora, Eliane Superti.

A Universidade de Brasília (UNB) é uma das poucas federais que segue com prova própria. Porém, em 2014, ela deixou de ser aplicada duas vezes ao ano, passando a ser apenas para o ingresso de estudantes no segundo semestre. No verão, a instituição usa o Sisu. / Lorena Amazonas, especial para o Estado

Exame como primeira chance ou teste

Rafaela Marega Oliveira, 19 anos, quer ingressar no curso de Agronomia. Há um ano e meio está se preparando para o vestibular, estudando cerca de seis horas por dia em casa e no cursinho. “Antes de ir para as aulas faço exercícios e revejo as matérias.” Para a estudante, há vantagens no exame no meio do ano. “As chances de entrar aumentam, pois o vestibular é menos concorrido. E, se não der certo agora, tenho mais uma chance no fim do ano.” Há quem use este vestibular como treinamento. É o caso de Gabriele de Fátima Pimentel Pereira, de 17 anos. A jovem deseja entrar em Gastronomia na Universidade Federal de Pernambuco, que abre vagas só no verão. “Vou avaliar meu desempenho e ver o que preciso melhorar.”

 

UNESP: Câmpus espalhados

A universidade tem faculdades e institutos em 24 cidades do Estado de São Paulo, um deles na capital. Descentralização é diferencial da instituição

Criada em 1976, a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) surgiu após a incorporação dos Institutos Isolados de Ensino Superior do Estado de São Paulo. Atualmente, possui faculdades e institutos localizados em 24 cidades do Estado de São Paulo, um deles na capital. De acordo com o pró-reitor da instituição, Laurence Duarte Colvara, esse fator diferencia a universidade em relação a outros centros de ensino superior. “A descentralização no Estado aumenta o interesse por vagas na Unesp, pois, com o alcance maior, há mais chances de haver um câmpus próximo à residência do estudante.” 

A Unesp tem cursos que se dividem entre as áreas de Ciências Biológicas, Ciências Exatas e Humanas. São mais de 60 opções de graduação, que contam com bolsas de assistência social para tornar viável a entrada de alunos de baixa renda, que frequentaram escolas públicas. “A reserva de vagas para esses alunos deve chegar a 50% até 2020”, explica Ossamu Hojo, coordenador do curso de Engenharia Química.

Basicamente, o sistema oferece dez vagas a candidatos que cursaram todo o ensino médio em escolas da rede pública ou à Educação de Jovens e Adultos (EJA). Há também seis vagas destinadas aos vestibulandos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas. 

A Faculdade de Medicina, localizada em Botucatu, é um dos destaques da Unesp. Para o graduando do curso, Fernando Correa de Souza Duarte, de 20 anos, o reconhecimento da universidade no mercado de trabalho influenciou na sua escolha. “A Unesp estava sempre como uma das melhores instituições em todos os índices, então era uma das minhas grandes preferências.”

O aluno também ressalta que o incentivo às relações interpessoais complementa o conteúdo teórico da graduação de Medicina: “Desde o segundo ano do curso, aprendi a lidar com o paciente e a conversar com ele para, só então, pesquisar a respeito da enfermidade.”/ Camila Santos, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Encerradas

VAGAS: 7.620

DATA DA PROVA: 15/5

RESULTADO: 11/7

MENSALIDADE: Gratuita

SITE: www.unesp.br

 

FATECS: Alta procura por TI

Curso de desenvolvimento de sistemas teve maior índice de candidatos por vaga entre as 66 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo

Entre as 66 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo, um curso se destacou na lista dos mais concorridos nos últimos processos seletivos. Trata-se do Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS), da Fatec Carapicuíba, que em 2015 teve o maior índice de candidatos por vaga: 12,73. A coordenadora Silvia Farani explica que o curso corresponde ao antigo Processamento de Dados e atribui a grande procura por ser um curso abrangente de Tecnologia da Informação (TI), que dá base sólida e representa a espinha dorsal da área. 

Além disso, Silvia destaca outro ponto importante: o interesse das empresas. Em um levantamento recente, a instituição verificou que, no segundo semestre, alguns estudantes já conseguem garantir seu espaço no mercado de trabalho. “O índice de empregabilidade é enorme.” Os alunos formados em Análise e Desenvolvimento de Sistemas podem atuar na área de criação, projetos, desenvolvimento e configuração de programas, softwares e sistemas para empresas dos mais variados segmentos.

Para isso, os estudantes encaram carga horária de 2,8 mil horas, divididas em três anos. Além disso, há atividades extracurriculares, como workshops e a Maratona Interna de Programação. Silvia observa que boa parte dos estudantes vem do ensino técnico. “Chegam à faculdade sabendo o que querem e, por isso, são engajados.” 

O mesmo ocorre em outros cursos da Fatec. Matriculado em Marketing, Fábio Magalhães Siqueira escolheu essa área após ter concluído a Escola Técnica (Etec). “Adorei o curso e quis me aprofundar na área”, diz o aluno, que aponta a infraestrutura, o nível dos professores e a dinâmica das aulas como diferenciais. “Ainda estou no primeiro semestre e parece que já estudo lá há muito tempo, pela facilidade da faculdade em adaptar os alunos e vejo isso refletido nos meus colegas. Pensamos de forma semelhante.” / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 9/6

VAGAS: 15.325 (sendo 1.800 a distância)

DATA DA PROVA: 3/7

RESULTADO: 20/7

MENSALIDADE: Gratuita

SITE: www.vestibularfatec.com.br

 

PUC-SP: Tradição e prática

Cursos da instituição preservam formação crítica da universidade, mas incluem profissionais do mercado entre os professores 

Fundada em 1946, a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) surgiu da fusão da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras São Bento com a Faculdade Paulista de Direito. Outras foram agregadas paulatinamente e hoje a universidade reúne 48 cursos de graduação. Desse total, 12 estão sendo oferecidos neste vestibular. Para Jornalismo, há vagas para o período da tarde (dois primeiros anos, com a metade final cursada à noite) - no vestibular de verão os candidatos podem escolher entre os períodos matutino e noturno.

Segundo o coordenador do curso, Cristiano Franco Burmester, essa informação é importante pois o índice de evasão é muito baixo: “Então, se o aluno vem com a ideia de pedir transferência de turno, alerto que é muito difícil.” 

O curso de Jornalismo está entre os mais disputados, ao lado de Medicina e Direito. Burmester destaca dois fatores para essa procura: a tradição institucional e o fato de a universidade ser aberta a reflexões e à busca de um pensamento mais amplo.

“Jornalismo é uma atividade que procura exercitar isso na prática. Alia essa visão pública que a PUC-SP tem, de ter sido uma referência no combate à ditadura, por exemplo, com o destaque de ter várias áreas das humanidades.” Segundo o coordenador, o enfoque está na formação crítica do aluno e na preocupação em manter metade do corpo docente de profissionais com atuação ativa no mercado.

Essa interface também está presente em outros cursos da PUC-SP. Matriculado no 8.º semestre de Administração, Victor Bernt Eymael também ressalta essa particularidade. “Isso ajuda muito a trazer a realidade para os alunos. Os professores mostram como a teoria se aplica ao mercado, à realidade brasileira. É uma preparação e uma formação crítica, que a gente leva para a vida”, diz eo aluno, que conseguiu estágio numa multinacional em 2013 e, dois anos depois, foi efetivado na empresa, na área de Controladoria. / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 9/6

VAGAS: 665

DATA DA PROVA: 19/6

RESULTADO: 4/7

MENSALIDADE: Não divulgado

SITE: www.vestibular.pucsp.br

 

PUC-CAMPINAS: Escola de renome

A universidade, que faz 75 anos em 2016, já formou 165 mil alunos. Instituição valoriza integração de aluno à universidade, com disciplina para inserção

Em 2016, a Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) comemora 75 anos. Ao longo desse período, formou 165 mil alunos. A instituição tem 70 laboratórios equipados para todas as áreas de cobertura da universidade, biblioteca com acervo de 700 mil volumes e 50 cursos de graduação para os candidatos interessados em estudar lá. Porém, para o vestibular de inverno, apenas seis deles serão oferecidos. Administração, Direito, Psicologia e Superior de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação estão entre as opções. 

A professora Maria Luisa de Lara Uzun de Freitas, da Coordenadoria de Ingresso Discente (CID), da PUC-Campinas, destaca a importância que o estudante tem para a universidade. Por essa razão, a disciplina Inserção do Aluno na Vida Universitária faz parte da grade curricular de todos os cursos. “Entendemos que é um momento novo para o aluno e a PUC se preocupa em acompanhá-lo nessa etapa importante, ajudando na identificação do curso e no estímulo à formação acadêmica. Nosso objetivo está em integrar o aluno com o curso e a universidade.” 

Ainda como enriquecimento curricular, a PUC-Campinas oferece a possibilidade de o aluno participar de disciplinas que fazem parte da grade de áreas distintas. Além disso, Maria Luisa chama a atenção para as atividades complementares, a possibilidade de monitoria e os programas de estágio como ferramentas fundamentais para a inserção no mercado de trabalho. “ As empresas se interessam pelos nossos alunos pois, além da PUC-Campinas ser uma universidade de tradição, procuramos nos atualizar sempre.”

Recém-graduada no curso de Direito, Raquel Teixeira pode comprovar a fala da professora. “As experiências nas oportunidades de estágio, a vivência do movimento estudantil da universidade, a iniciação científica e a qualificação profissional foram de grande valia e abriram muitas portas.” / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 22/5

VAGAS: 575

DATA DA PROVA: 5/6 - no caso de Direito, 4/6

RESULTADO: 14/6

MENSALIDADE: Não divulgado

SITE: www.puc-campinas.edu.br

 

FGV-SP: Pelo progresso

Instituição visa a formar profissionais capazes de atuar em posições de destaque, para contribuir com o desenvolvimento socioeconômico do Brasil

Em atividade desde 1944, a Fundação Getulio Vargas (FGV) acredita que transmissão e produção de dados devem contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil. “A FGV é um ponto fora da curva. Temos a intenção de formar líderes capazes de ocupar posições expressivas para o País”, afirma o pró-reitor, Antonio Freitas.

A meta da FGV é garantir que os estudantes tenham visão ampla do cenário em que pretendem trabalhar, explica Freitas. “O mercado necessita de pessoas bem treinadas que possam impulsionar o crescimento das pequenas e médias empresas.” A instituição possui escolas, institutos, diretorias e centros de pesquisa, além de contar com bibliotecas em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Na capital paulista, oferece graduação em Administração, Economia e Direito.

Aluno de Administração de Empresas, Lucas Djin, de 24 anos, acredita que o curso vai ajudá-lo a concretizar seu objetivo de trabalhar para melhorar a sociedade. “A FGV prepara profissionais de nível global, aptos a solucionar impasses com maestria.”

Na escola de Administração de Empresas (FGV/EAESP), a instituição mantém acordos de intercâmbio com universidades em outros países. “Também somos a única escola de Administração do Brasil que possui a Triple Crown (Tríplice Coroa, em português, uma certificação dada por três importantes acreditadoras educacionais: Association to Advance Collegiate Schools of Business, European Quality Improvement System e Association of MBAs)”, afirma Nelson Barth, coordenador da graduação.

A FGV concede bolsas de estudo, que podem chegar à gratuidade da mensalidade. “Não podemos descartar indivíduos por falta de dinheiro e impedi-los de ter acesso à educação”, conclui o pró-reitor. / Camila Santos, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 11/5

VAGAS: 250

DATA DA PROVA: 5/6

RESULTADO: 5/7

MENSALIDADE: R$ 3.700

SITE: www.fgv.br/vestibular

* Os dados se referem aos cursos de Administração Pública e de Empresas

 

SENAC: De olho no mercado

Cursos do Senac enfatizam a prática desde o primeiro semestre. A instituição mantém parcerias com empresas para incentivar empregabilidade dos alunos

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) completou 70 anos em janeiro. Coordenador do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária do Centro Universitário de Santo Amaro, Fernando Rodrigues da Silva, destaca um diferencial presente em todo o currículo da instituição e que representa a filosofia do Senac: “Nossa estrutura está totalmente voltada para o mercado de trabalho”. De acordo com o professor, os cursos não são meramente teóricos.

No caso da faculdade de Engenharia Ambiental e Sanitária, o Senac oferece uma disciplina chamada Projeto Integrador, cujo objetivo é empregar os conceitos aprendidos em sala de aula na prática, trabalhando num cenário real. “Neste momento, por exemplo, tenho desde alunos que estão dentro de um laboratório industrial, desenvolvendo novos produtos com base em resíduos, até alunos que estão fazendo projetos em parceria com o Parque Burle Marx para alternativas sustentáveis de gestão do parque.”

Para o professor, o diferencial da instituição é levar o aluno a colocar a mão na massa desde o primeiro semestre. “Formamos profissionais para o mercado. Por isso, temos programas de estágio, que é obrigatório.” Dessa forma, o Senac mantém parcerias com várias empresas que, muitas vezes, buscam na faculdade alunos para suprir uma necessidade específica. Além disso, o Senac participa do programa Ciência sem Fronteiras.

A nota máxima do Ministério da Educação (MEC) em 2015 e a infraestrutura (127 laboratórios e ambientes de aprendizagem) motivaram o estudante Willian Raniele Martins Ferreira a conquistar uma vaga no curso. “Eu já tinha feito um curso técnico de Meio Ambiente no Senac e sempre quis fazer Engenharia”, conta Willian que destaca outro ponto positivo na escola: a amplitude da grade curricular. “Dá para caminhar por vários campos. E melhor, rapidamente a gente vê a teoria se transformar em prática.” / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 22/5

VAGAS: 1.550

DATA DA PROVA: 4/6

RESULTADO: 9/6

MENSALIDADE: De R$ 671 a R$ 2.225

SITE: www.sp.senac.br

 

MACKENZIE: Com modernização

Instituição centenária atualiza currículo de seu tradicional curso de Direito, com disciplinas ligadas ao mundo digital e ao empreendedorismo

Engenharia foi um dos primeiros cursos da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1896, com diploma expedido pela Universidade de Nova York - no tempo em que existia o Mackenzie College, que deu origem à instituição. Outros cursos como Ciências, Letras e Arquitetura foram criados na década de 1940. Direito foi em 1955. “Escolhi fazer Direito no Mackenzie porque a faculdade tem um nome, forte base teórica e uma matriz curricular bastante tradicional”, diz Alessandra Cristina Amaral Bezerra, aluna que ingressou em 2011. 

A estudante, porém, ressalta que nos últimos dois anos o currículo passou por adequações, o que o tornou mais moderno e voltado para o dia a dia. “O Mackenzie consegue mesclar prática e teoria de uma forma eficiente. Direito só faz sentido se pode ser aplicado ao cotidiano.”

Coordenadora de trabalho de conclusão de curso da faculdade, Susana Mesquita Barbosa entende que a profissão mudou nos últimos 20 anos. “Hoje, temos bacharéis em Direito atuando fortemente em pesquisa, na área de gestão pública, em consultorias de planejamento empresarial e de Estado, além de todas as profissões tradicionais”, afirma a professora. “O Mackenzie sempre teve o compromisso forte de dialogar com as necessidades do mercado de trabalho.”

Dessa forma, a grade curricular contempla áreas como Direito Digital, das Telecomunicações e da Inovação, ligado ao empreendedorismo. Também inclui disciplinas específicas, voltadas para a formatação de políticas públicas e políticas de Estado. “A gente conseguiu agregar uma formação tradicional, que dá sustentação para o aluno entrar no mercado de trabalho, com a possibilidade de fazer interlocuções com as áreas mais atuais. É um curso prático com temáticas contemporâneas.”

Em compasso com essa filosofia está o perfil docente. Segundo a professora, ele é composto por magistrados, pesquisadores, promotores e procuradores. / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 23/5

VAGAS: 3.480 no total

DATA DA PROVA: 7 e 8/6

RESULTADO: 22/6

MENSALIDADE: De R$ 697 a R$ 2.493

SITE: vestibular.mackenzie.br

 

ESPM: Visão profissional

Parceria com mercado de trabalho é lema nos cursos da instituição. Empresas participam nas disciplinas, com cases e interação de técnicos com alunos

Fundada em 1951, a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) nasceu com foco em Propaganda. Ao longo dos anos entraram para o portfólio os cursos de Administração, Design, Ciências Sociais e do Consumo, Relações Internacionais e Jornalismo. Em todos, há um ponto em comum: a parceria estreita com o mundo profissional. Ismael Rocha, diretor acadêmico de graduação, explica que as empresas têm participação ativa nas disciplinas, trazendo cases, briefing para desenvolvimento e técnicos para interagirem com os alunos. “Essas medidas facilitam o ingresso dos estudantes no mercado de trabalho.” 

Os dois primeiros anos de todos os cursos têm aulas concentradas no período diurno. A partir do terceiro ano, os alunos passam a estudar de noite para se dedicarem a estágios e empregos que surgem. Além das disciplinas básicas, há matérias específicas para o aperfeiçoamento. No curso de Administração, por exemplo, é permitido explorar o âmbito de Marketing, Finanças e Negócios Digitais. Em Sistemas de Informação, o aluno pode se dedicar a especialização em três áreas: Gestão de Games; Desenvolvimento de Apps Web e Mobile; e Digital Business Intelligence (para trabalhar com banco de dados). 

Atraída por Digital Business, Jacqueline Maria dos Santos aponta o alto nível dos professores e a qualidade dos laboratórios como diferenciais. “A gente não precisa de caderno e as máquinas são de última geração.”

Para fomentar o desenvolvimento de estudantes na área dos games, a Ludoteca reúne jogos físicos e digitais, em um espaço de livre circulação para os alunos. “Eles passam horas ali praticando, o que é muito bom para o desenvolvimento da inteligência”, diz o diretor da ESPM. Em relação à sala de aula, Rocha também destaca que o estudante é parte integrante do processo de ensino e aprendizagem. “Damos ao aluno uma autonomia maior e rompemos com as aulas expositivas o tempo todo.” / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 17/6

VAGAS: 680

DATA DA PROVA: 19/6

RESULTADO: 23/6

MENSALIDADE: De R$ 2.728 a R$ 3.460

SITE: www.espm.br/vestibular

 

BELAS ARTES: Ensino sem amarras

Na Belas Artes, disciplinas se mesclam e estudantes desenvolvem projetos integrados entre as áreas. Curso de Design é o destaque na instituição

“A Belas Artes é uma escola que preza pela beleza, pelo bem e pelo líquido”, assim define Patrícia Cardim, diretora geral da instituição. Quando a educadora fala em “líquido”, ela se refere a um currículo que não é fechado, no qual uma disciplina vaza para a outra, com projetos integrados e com o aluno como protagonista. “Não gostamos do termo ‘grade curricular’, ele foi abolido da nossa escola há muito tempo.” 

Com essa filosofia, os alunos podem trafegar pelos mais variados laboratórios da instituição. “Temos de tudo e eles produzem muito por causa disso. O céu é o limite. Há desde gente fazendo moradia em Marte até brinquedos.” O curso de Design é um dos trunfos da faculdade e forma alunos em quatro áreas: design de produto, moda, interiores e gráfico. Independentemente do segmento escolhido, os alunos têm disciplinas que abordam a diversidade, o conhecimento, o empreendedorismo, a economia criativa e a tecnologia de ponta.

Recentemente, o curso foi reestruturado dentro dessa proposta. De quatro anos, a faculdade agora pode ser concluída em três. Porém, a carga horária não diminuiu. Isso só foi possível porque 14% do curso conta com disciplinas feitas no formato de ensino a distância. “A gente entende que essa é uma ferramenta quase que obrigatória, para que eles entendam o autoestudo, pois é algo que deve permanecer com eles pelo resto da vida. É um desafio. O conteúdo é denso e o nível de reprovação é alto, beira 40%”, diz a diretora da Belas Artes. 

A estudante Sofia Venetucci conta que estranhou o ensino a distância. “Senti falta do contato. Fica uma aula meio fria. Não me senti muito à vontade.” Aluna de Design de Produto, Sofia participou da SP-Arte, feira internacional de Arte de São Paulo, que exibiu uma cadeira que ela desenvolveu na faculdade. “Foi muito especial ver a minha peça saindo do ambiente da oficina para o mundo externo. Nesse momento, entendi o que é a profissão.”/ Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 10/6

VAGAS: 1.320

DATA DA PROVA: 18/6

RESULTADO: 20/6

MENSALIDADE: De R$ 1.480 a R$ 3.689,10 - preço pode sofrer reajuste

SITE: www.belasartes.br

 

FAAP: Animação é novidade

2016 é o primeiro ano do curso de graduação na universidade. Estudantes são estimulados a sair do óbvio. Disciplinas incluem atividades em 3D e fotografia

Em 21 de dezembro de 2015, o curso de Animação da Fundação Armando Alvares Penteado (Faap) foi aprovado e a instituição se orgulha de ser a primeira faculdade a oferecê-lo em nível de bacharelado. O coordenador do curso, Eliseu Lopes Filho, conta que antes havia uma disciplina dentro da Faculdade de Cinema, mas que não era suficiente para explorar e aprofundar os conhecimentos. “A similaridade de realização entre o cinema e a animação é pequena. A animação é artesanal, exige conhecimento maior de arte e aplicação em desenho. Não há limite. O aluno pode criar o universo que quiser.” 

O curso visa a formar profissionais para atuar em produção de curtas e longas-metragens, na televisão (aberturas de telenovelas, programas e séries), no mercado publicitário e no desenvolvimento de games. “Não vou formar mão de obra. Vou formar criadores”, afirma o professor. Para isso, os estudantes são estimulados a assistirem a aulas de outros cursos da Faap, como Desenho, Artes Plásticas e Artes Cênicas. Entre as disciplinas do curso, que tem duração de quatro anos, estão atividades específicas de animação em 2D, 3D e stop motion, desenho, fotografia, design de games, criação e gravação de vozes especiais, cenografia e ambientação. 

A liberdade de criação que permeia as aulas, seduz os alunos. “Dar vida a coisas inanimadas é simplesmente encantador. O curso é muito melhor do que eu imaginava. Parece mágica. Não esperava tal emoção em estudar Animação”, diz André Lopes Barroso, de 17 anos, aluno do primeiro semestre.

Ele também destaca o incentivo dos professores para sair do óbvio e estimular a verve criativa. “Li uma mensagem que dizia: ‘A obrigação de produzir aliena a paixão de criar’. Acho que é isso que diferencia a Faap. A faculdade não está interessada em criar cópias e sim valorizar os talentos individuais”, acredita Barroso, que ainda pretende trabalhar com cinema. / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 10/6

VAGAS: 1.097

DATA DA PROVA: 12/6

RESULTADO: 16/6

MENSALIDADE: De R$ 1.790 a R$ 3.470

SITE: vestibular.faap.br

 

METODISTA: Troca com exterior

Instituição tem parceria com universidades em outros países para atualização de professores e estudantes, em estágios e programas de bolsas

Para a troca de experiências e a atualização do conhecimento tanto de alunos quanto de professores, a Universidade Metodista de São Paulo mantém convênios com universidades no exterior. Os estudantes têm a oportunidade de se inscrever em bolsas de estudos, estágios e cooperação internacional para complementar o aprendizado dos cursos oferecidos pela Metodista, com a experiência em instituições localizadas em países como Estados Unidos, México, Portugal, Espanha e Chile.

Na graduação em Ciências Contábeis, a professora Elizabeth Maurenza de Oliveira, coordenadora do curso, aponta como diferencial competitivo o envolvimento dos estudantes em eventos no Brasil relacionados às matérias lecionadas em classe. “Os alunos participam do Plantão do Imposto de Renda e dos encontros de estudantes de contabilidade regional e estadual com o apoio do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo (CRC-SP).” 

O estudante João Guilherme Ribeiro, de 20 anos, que cursa Ciências Contábeis desde 2013, destaca que a Metodista leva a vivência de grandes empresas para sala de aula por meio de laboratórios e aulas expositivas. “Esse fator proporciona um desempenho mais seguro e com uma bagagem acadêmica rica em referências.”

A universidade teve início em 1938, com a fundação da Faculdade de Teologia da Igreja Metodista, na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. “Prezamos por uma educação qualificada, direcionada por princípios que têm a finalidade de substanciar a cidadania”, esclarece Andrea Duarte De Souza Correa Leite, coordenadora do curso de Gestão de Recursos Humanos. Andrea lembra que a Metodista oferece bolsa social e desconto na segunda graduação para egressos. / Camila Santos, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Para cursos presenciais, até 16/6 (uso do Enem até 10/6); para a distância, até 20/5 (uso do Enem até 18/5)

VAGAS: 1.620 no total

DATA DA PROVA: 19/6 (prova tradicional para cursos presenciais) e 19, 20 e 21/5 (EAD)

RESULTADO: 21/6 (presenciais) e 24/5 (EAD)

MENSALIDADE: De R$ 462,22 a R$ 2.632,22 (presenciais); de R$ 293,33 a R$ 436,67 (a distância)

SITE: http://portal.metodista.br/processo-seletivo

 

INSPER: Interdisciplinar

Do primeiro ao terceiro semestre, os alunos de Administração e Economia estudam juntos. Dupla titulação é possível com mais um ano de estudo

O foco do Insper está em Administração, Economia, Direito e Engenharia. Para o vestibular de inverno, apenas as vagas de duas das quatro áreas podem ser disputadas: Administração e Ciências Econômicas, cursos que são integrados. Do primeiro ao terceiro semestre, os alunos de ambas as carreiras estudam juntos e em período integral. A partir do quarto semestre, as turmas são divididas de acordo com a opção inicial. “Isso faz com que os nossos estudantes de Economia tenham mais capacidade de argumentação, por exemplo. Como consequência prática, o aluno pode fazer a dupla titulação com mais um ano de estudo”, explica Luciana Yeung, coordenadora acadêmica de graduação dos dois cursos. 

Com esse ambiente interdisciplinar, a faculdade prepara o aluno para o mundo de trabalho e de forma segmentada. A especialização começa no sétimo semestre, com as matérias optativas. “Oferecemos todas as oportunidades que existem lá fora para que o estudante esteja munido de conceitos e aprendizados para, aí sim, fazer as suas escolhas”, afirma Luciana. Para isso, a instituição promove eventos e programas de intercâmbio internacional (com possibilidade de dupla titulação), dispõe de um centro que estimula o empreendedorismo e a inovação e mantém o Núcleo de Carreiras, no qual os alunos se preparam para processos seletivos. 

Laís Marina Menezes, aluna do oitavo semestre de Administração, vê nessa oportunidade um aprendizado inigualável. “Somos estimulados a pensar, a refletir se os conceitos se enquadram no dia a dia de uma empresa. O mercado de trabalho cobra muito e busca profissionais capazes de executar multitarefas. Aqui temos a oportunidade de praticar isso.” Recentemente, o Insper recebeu a certificação da Advance Collegiate Schools of Business (AACSB), uma das mais importantes associações internacionais que reconhece escolas de negócios. / Cris Marangon, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 14/6

VAGAS: 225

DATA DA PROVA: 26/6

RESULTADO: 1º/7

MENSALIDADE: De R$ 3.920

SITE: www.insper.edu.br

 

FEI: Base científica

Conhecida pelas áreas de Engenharia, instituição do ABC paulista incentiva projetos e pesquisas para expansão do conhecimento dos alunos

Com tradição nas áreas de Engenharia, o Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana Padre Sabóia de Medeiros (FEI) foi criado na década de 40, no ABC paulista, com os cursos de Administração de Negócios e de Engenharia Industrial. A instituição surgiu com o intuito de formar pessoas que pudessem sustentar o progresso do Brasil, explica a vice-reitora, Rivana Martino. “Essa experiência e o investimento em capital humano e infraestrutura permitem que a FEI ofereça suporte ao ensino de qualidade e ao conhecimento científico.”

De acordo com o coordenador do curso de Administração, o professor Hong Yuh Ching, o foco na solidificação do que o aluno aprende ao longo da graduação favorece a extensão das competências do estudante. “Passamos uma visão de ensino com transmissão do conteúdo para a aprendizagem centrada no amadurecimento acadêmico do estudante.”

Para Thathiane Midori, de 21 anos, aluna de Engenharia de Automação, os projetos acadêmicos elaborados na FEI são fundamentais para o aprimoramento do curso. “Com essas atividades, tenho a oportunidade de conhecer aplicar na prática o que aprendo em sala e desenvolver pesquisas que complementam meus estudos.”

Além da realização de avaliações dos processos seletivos, que ocorrem duas vezes ao ano, os interessados podem ingressar na graduação por meio da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “E, se o candidato for de baixa renda, é possível ter acesso às vagas disponibilizadas ao Programa Universidade para Todos (Prouni), seguindo a regulamentação exigida”, afirma a vice-reitora.

Os alunos também podem estudar em universidades do exterior e até mesmo obter dupla diplomação. A faculdade tem parceria com centros educacionais situados na Ásia, na Europa e nas Américas Central e do Sul. / Camila Santos, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 1º/7

VAGAS: Não divulgado

DATA DA PROVA: 11 e 12/6

RESULTADO: 16/6 (primeira chamada)

MENSALIDADE: De R$ 1.200 a R$ 2.078

SITE: portal.fei.edu.br

 

UNIP: Por competitividade

Preparar estudantes para se destacar da concorrência no mercado de trabalho é o foco da universidade. Aluno é incentivado a interagir com outras áreas

A Universidade Paulista (Unip) tem 27 unidades no Estado de São Paulo, além de estar presente em Goiânia, Brasília e Manaus. “Focamos na preparação dos universitários para a competitividade do mercado de trabalho”, afirma a vice-reitora Marília Ancona-Lopez.

O coordenador das graduações em Engenharia, Pedro Américo Frugoli, ressalta que os estudantes podem desenvolver habilidades para trabalhar tanto na sua formação quanto para expandir a carreira para outros campos. “Os alunos formados são capazes de ocupar cargos em Finanças, Economia, Tecnologia da Informação, Desenvolvimento de Negócios e Administração.”

Já em Psicologia, o aluno se aproxima ao longo do curso de outras áreas relacionadas à sua formação. “Discutimos temas que envolvem Psicologia Escolar, Hospitalar, Judiciária, Institucional, Organizacional, Social e Comunitária”, diz a coordenadora do curso, Ghislaine Gliosce da Silva.

Na graduação de Direito, a Unip incentiva o estudante a perceber o curso como um instrumento de transformação social, afirma o coordenador Sérgio Carvalho de Aguiar Vallim Filho. “Temos como parâmetro a dimensão da vida em sociedade com o objetivo de formar juristas que sejam referências profissionais”, diz. “Iniciamos a atividade jurídica real desde os primeiros anos.”

Para Sidnei Brandão, de 25 anos, o ensino superior da Unip ampliou suas oportunidades de trabalho. “Fui estagiário no Tribunal Regional Federal da 3.ª Região e pretendo construir uma carreira promissora, embasada pela minha vivência na universidade.”

A Unip está cadastrada no Programa Universidade para Todos (ProUni), no Escola da Família e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), alternativas para estudantes sem condições financeiras de arcar com as mensalidades. “Também acolhemos estudantes com bons resultados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”, explica a vice-reitora. / Camila Santos,

especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até julho (prova tradicional)

VAGAS: 1.840 no total

DATA DA PROVA: Uma vez por semana, de maio a agosto, ou com agendamento (exceto aos domingos)

RESULTADO: 48 horas após a realização da prova

MENSALIDADE: De R$ 495 a R$ 1.414

SITE: www.unip.br

 

ANHEMBI MORUMBI: Resultados medidos

Com oito câmpus em São Paulo, a instituição usa metodologias para medir aprendizado em tempo real. Aluno pode cursar parte do curso no exterior

Em atividade desde 1970, a Universidade Anhembi Morumbi (UAM) adota metodologias que trabalham com o gerenciamento de cada hora de aula ministrada, o chamado “minute by minute”, que varia conforme o plano de ensino das disciplinas. De acordo com Cristiane Alperstedt, diretora de Qualidade Acadêmica da instituição, esse sistema é alinhado com a seleção de tecnologias educacionais baseadas em práticas de simulação e exercícios em tempo real, para medir os resultados da aprendizagem dos alunos. “A nossa ação pedagógica é complementada por laboratórios especializados em diferentes formações.”

Com oito câmpus na cidade de São Paulo, a universidade oferece a possibilidade de o estudante cursar semestres integrais no exterior e até programas de dupla titulação, em que o graduando pode realizar parte do curso em outro país por meio da Rede Laureate.

“Dessa forma, o aluno obtém dois diplomas: um da Anhembi Morumbi e outro de uma das instituições da rede”. Entre as faculdades que compõem a comunidade internacional estão instituições na Europa, Ásia, África, América do Norte e Central.

Em Arquitetura e Urbanismo, o corpo docente possui um número significativo de mestres e doutores, segundo Vanessa Chimirra, coordenadora adjunta do curso. “É importante frisar que boa parte dos professores também está no mercado.” De acordo com Vanessa, as avaliações aplicadas têm como prioridade desenvolver a autonomia, curiosidade, espírito científico e responsabilidade dos estudantes. “São executadas provas periódicas e projetos arquitetônicos e urbanísticos que estimulam a capacidade de questionamento.” 

Aluna de Arquitetura e Urbanismo desde 2013, Aline Luana Marafon, de 31 anos, diz que seguiu a recomendação de profissionais que trabalham no setor. “Outro ponto relevante para eu escolher a Anhembi Morumbi foi a aceitação do meu diploma em Administração para o ingresso no curso.” / Camila Santos, especial para o Estado

Serviço

INSCRIÇÃO: Até 19/5

VAGAS: Não divulgado

DATA DA PROVA: 22/5

RESULTADO: 25/5

MENSALIDADE: De R$ 1.183 a R$ 6.980

SITE: www.anhembi.br

 

MAIS POSSIBILIDADES

Veja 12 instituições que também abrem vagas em seus cursos de graduação neste vestibular do meio do ano. Anote na agenda:

UNIVERSIDADE IBIRAPUERA (UNIB)

Data da prova: Vestibular agendado: de segunda a quinta; e aos sábados

Vagas: 50 por curso

Inscrições: Até 30/7

Resultado: Em até 24 horas após o exame

Mensalidade: De R$ 549,99 a R$ 1.209,99

Site: www.ibirapuera.br

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO (FIA)

Data da prova: 11/6

Vagas: 50

Inscrições: Até 10/6

Resultado: 15/6

Mensalidade: R$ 2.800

Site: www.fia.com.br

COMPLEXO EDUCACIONAL FMU

Data da prova: Tradicional: 11/6 (usando a nota do Enem não é necessário fazer a prova). Prova agendada: de segunda a domingo

Vagas: Não divulgado

Inscrições: Até 8/6

Resultado: 15/6 para prova tradicional. Na agendada, após 40 minutos do término da prova ou no dia seguinte

Mensalidade: De R$400 a R$1.500 

Site: http://portal.fmu.br

INSTITUTO BRASILEIRO DE MERCADO DE CAPITAIS - RIO DE JANEIRO (IBMEC-RJ)

Data da prova: 17/6

Vagas: 2.275

Inscrições: Até 10/6

Resultado: 28/6

Mensalidade: De R$ 1.740 a R$ 3.190

Site: www.ibmec.br

FACULDADES DAS AMÉRICAS (FAM)

Data da prova: Tradicional: 6/8. Agendada: de quarta a sábado

Vagas: 6 mil

Inscrições: Até 5/8 para prova tradicional. Na agendada, 1ª fase até 31/5 e 2ª fase até 30/6

Resultado: Prova tradicional: 9/8. Agendada: dois dias úteis depois da prova

Mensalidade: De R$ 309 a R$ 7.500

Site: www.vemprafam.com.br

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO (UNICID)

Data da prova: 22/5. Tem opção de prova agendada e ingresso via Enem (ambas com inscrições abertas até o fim das vagas  ofertadas) 

Vagas: 3.023

Inscrições: Até 18/5

Resultado: 24/5

Mensalidade: De R$ 369 a R$ 1.917

Site: www.unicid.edu.br

FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA SANTA CASA DE SÃO PAULO

Data da prova: 12/6

Vagas: 140

Inscrições: 8/6 - no meio do ano, apenas abrem vagas para Enfermagem, Sistemas Biomédicos e Técnico em Radiologia)

Resultado: 20/6

Mensalidade: De R$ 454 a R$ 5.051

Site: www.fcmscsp.edu.br 

FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO

Data da prova: Tradicional: 22/5. Prova agendada: de segunda a sexta-feira

Vagas: 2 mil

Inscrições: Até 31/7 - prova agendada até um dia antes da tradicional

Resultado: Dois dias após a prova

Mensalidade: De R$ 711,76 a R$ 1.470 

Site: www.riobrancofac.edu.br 

FACULDADE AUTÔNOMA DE DIREITO (FADISP)

Data da prova: Duas vezes por semana: na terça ou na quarta e no sábado

Vagas: 1.308

Inscrições: Até 8/8

Resultado: Três dias após a realização da prova

Mensalidade: Não divulgado

Site: www.fadisp.com.br

UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)

Data da prova: 2/7 (Medicina). Para as demais, de segunda a sábado

Vagas: Não divulgado

Inscrições: Até 19/6 (Medicina) e 1º/8 (demais cursos). Tem opção de prova agendada

Resultado: Em até 48 horas

Mensalidade: Não divulgado

Site: www.uninove.br

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES (UMC)

Data da prova: Presencial: até 27/8. Prova eletrônica: é realizada apenas por agendamento

Vagas: Não divulgado

Inscrições: Até 29/7

Resultado: Dois dias úteis depois da realização da prova

Mensalidade: Consulte valores dos cursos no site da universidade

Site: www.umc.br

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL (UNICSUL)

Data da prova: Tradicional: 22/5. Tem opções de prova agendada e ingresso via Enem (ambas com inscrições abertas até o fim do total de vagas ofertadas)

Vagas: 4.127

Inscrições: Até 18/5

Resultado: 24/5

Mensalidade: De R$ 468 a R$ 1.896

Site: www.cruzeirodosul.edu.br

 

Se você busca crédito privado para cursar uma graduação, clique aqui. Se você quer conhecer a Expo Ciee 2016, que oferecerá 5 mil vagas de estágio, clique aqui.

Mais conteúdo sobre:
Vestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.