Candidato da Fuvest finge passar mal para sair antes da prova

Segundo organizadores, jovem em São Carlos disse que tinha melhorado quando os pais e o atendimento médico foram chamados

Bárbara Ferreira Santos, O Estado de S. Paulo

30 Novembro 2014 | 16h26

SÃO PAULO - O diretor-executivo da Fuvest, Antonio Evaldo Comune, afirmou que um candidato da prova em São Carlos, no interior de São Paulo, simulou passar mal "para sair do local (de prova) antes" neste domingo, 30. Os candidatos, que entraram às 13 horas, só poderiam sair dos locais de exame três horas depois. 

Comune contou que o candidato alertou os fiscais que estava passando mal. Quando os coordenadores da prova no local e os fiscais informaram ao candidato de que os pais dele e a emergência médica seriam chamados, ele disse que tinha melhorado. "Foi um subterfúgio para sair do local antes e nós não podemos admitir a saída antes do horário estipulado", destacou Comune.

O diretor-executivo afirmou que os problemas na Fuvest neste domingo não foram de grande magnitude. "Foram problemas comuns: pessoas que chegaram atrasadas, pessoas que erraram local de prova, pessoas que passaram mal durante a prova e as equipes médicas dos locais precisaram atendê-las. Nenhuma grande ocorrência", garantiu. 

Mais conteúdo sobre:
fuvest 2015 fuvest

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.