Assine o Estadão
assine

Educação

usp

Alunos da USP se queixam de atraso de bolsas de assistência

Universidade afirma que pagamentos estão dentro do prazo; ajuda estudantil não teve cortes de verbas em 2014

0

O Estado de S. Paulo

02 Junho 2014 | 18h09

Estudantes da Universidade de São Paulo (USP) reclamaram no começo desta semana de atraso em bolsas de assistência social pagas pela instituição. Segundo eles, o prazo para receber o dinheiro era o fim do mês passado, mas nenhum dinheiro teria caído na conta até esta segunda-feira, 2.

De acordo com a Superintendência de Assistência Social (SAS) da universidade, o pagamento das bolsas estão nos prazos previstos e agendados. O dinheiro deve cair na conta dos alunos até o fim desta terça-feira, 3. Já o Diretório Central dos Estudantes (DCE) diz ter recebido dezenas de queixas, que apontam prazo anterior para pagamento.

A aluna de Ciências Sociais Letícia Pinho teve de usar outra bolsa, de pesquisa, para quitar o aluguel. "Tentei falar com a SAS por telefone, mas não consegui resposta até agora", disse. "O dinheiro da bolsa-aluguel (R$ 400) faz muita falta", completou.

Alunos que comprovem necessidade socioeconômica podem ganhar bolsas da USP, para auxílios de aluguel, alimentação ou transporte. Com a crise financeira, a universidade cortou 30% dos gastos para 2014. Os recursos para a assistência social, no entanto, cresceram 2%. Ainda segundo a assessoria de imprensa da instituição, a greve dos professores e funcionários não atrasará o pagamento de bolsas.

Mais conteúdo sobre: