Alunos da UnB criam mapa para monitorar problemas de infraestrutura

Universidade já possui projeto semelhante que indica pontos de violência no câmpus

Estadão.edu,

31 Janeiro 2013 | 12h52

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade de Brasília (UnB) lançou nesta semana um projeto que visa a mapear os problemas de infraestrutura e de salubridade da instituição. "Essa iniciativa tem como objetivo auxiliar a prefeitura do câmpus a saber quais são, de fato, as falhas que temos aqui", diz Luiza Ramos, de 23 anos, aluna de Filosofia e coordenadora geral do diretório. 

O mapa, que é interativo, já possui mais de 70 denúncias que vão desde a falta de papel higiênico e sabonete em banheiros a goteiras e alagamentos em salas de aula. Depois de verificados os problemas, as denúncias serão encaminhadas à prefeitura do câmpus. Quando a demanda for resolvida, o mapa da será atualizado.

Mapa da violência

Em setembro do ano passado o DCE já havia lançado um sistema semelhante a esse para o monitoramento da criminalidade no câmpus. Também por meio de um sistema de georeferenciamento, os alunos denunciam eventuais violências que tenham sofrido na universidade, como roubos e furtos. Com o projeto, os alunos conseguiram identificar, por exemplo, quais são os locais onde há a maior chance de terem seus carros furtados.

Mais conteúdo sobre:
UbB infraestrutura violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.