Abaixo-assinado pede criação de Comissão da Verdade da USP

Documento será entregue nesta 4ª-feira; ideia é investigar violações de direitos humanos

Estadão.edu,

07 Novembro 2012 | 18h14

O Fórum Aberto pela Democratização da USP, do qual fazem parte alunos, professores e funcionários, realiza na noite desta quarta-feira, 7, o ato de entrega do abaixo-assinado que pede a criação de uma Comissão da Verdade na universidade. O evento começou às 17h30 no auditório do Instituto Oceanográfico, no câmpus do Butantã, zona oeste da capital.

 

A ideia do fórum, lançado em abril, é que sejam investigadas possíveis violações de direitos humanos cometidas pela universidade durante a Ditadura Militar (1964-1985).

 

A Faculdade de Direito do Largo São Francisco aprovou em setembro a criação de uma comissão própria. A proposta foi apresentada à Congregação da escola por representantes do corpo discente. Eles justificaram a ideia com um texto de cinco páginas, discutido e redigido pelo Grupo de Estudos Direito e Ditadura, formado por estudantes.

 

A reportagem perguntou à Assessoria de Imprensa da USP a opinião da Reitoria sobre a criação da comissão, mas ainda não obteve retorno. Assim que receber resposta, esta matéria será atualizada.

Mais conteúdo sobre:
USP Comissão da Verdade Direitos Humanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.