Tentando entender matemática

Estadão

17 Março 2011 | 19h30

Neste ano, além de ser aprovada no vestibular, tenho outra difícil missão: entender matemática.

Ao contrário do que parece ser, isso nada tem a ver com o vestibular. É que, desde o ano passado, sinto uma angústia muito grande por não ter aprendido a matéria de forma correta na escola. A baixa carga horária na grade, somada à falta de habilidade dos professores, foram suficientes para que eu me distanciasse da disciplina. A situação persistiu no ensino médio e, consequentemente, teve reflexos no vestibular. Hoje, percebo o quanto eu perdi. É como se parte de mim fosse analfabeta.

Estou, aos poucos, tentando incorporar a matemática na minha vida. Faço pelo menos dois exercícios por dia. Coloquei a matéria como meta a longo prazo, ou seja, continuarei estudando mesmo depois do vestibular.

“O binômio de Newton é tão belo como a Vênus de Milo”, versou Álvaro de Campos. Se um dia conseguirei concordar com as palavras do poeta, isso só o tempo e o meu esforço irão dizer.

Bianca estuda por conta própria para entrar em Letras

Mais conteúdo sobre:

matemáticavestibular