No monastério

Estadão

25 Outubro 2010 | 10h56

Estou indo rumo a um final de semana diferente, num templo budista chamado Zu Lai e estarei sem comunicação com o mundo. Até a próxima semana, esse será o último contato que eu tenho com qualquer meio de comunicação externo!

Mas achei legal contar as informações importantes (e restritivas) listadas pelo templo. A penúltima é a que mais me dá medo!

– Trazer saco de dormir, toalha de banho, itens de higiene pessoal, roupas íntimas, agasalho (caso se faça necessário) para uso sob a camiseta, tênis, meias brancas e calça de moletom (preta ou azul escuro).

– O templo oferecerá duas camisetas para uso durante o retiro (inclusas no valor da participação).


– Não será permitido o uso de perfume, cosméticos, aparelhos eletrônicos e celulares.
É proibido fumar nas dependências internas e externas do templo.

– Todas as refeições são estritamente vegetarianas.

– Os participantes devem estar cientes de que os mestres Ch’ an fazem uso do tradicional instrumento de Darma Xia Ban (bastão de madeira com o qual se bate no ombro do praticante para corrigir postura, impedir sonolência e distração). É fundamental que se tenha espírito de aceitação e gratidão ao mestre orientador.

– Havendo três repreensões pela quebra do Nobre Silêncio, o participante será excluído da prática.

Mariana é enfermeira e pós-graduanda da USP

Mais conteúdo sobre:

Mariana Marques