Mecatrônica ou Filosofia? Os dois

Estadão

25 Agosto 2011 | 10h51

Na semana passada tive a oportunidade de conversar com uma mulher formada em Engenharia Mecatrônica. A conversa serviu para eu tirar algumas dúvidas sobre a área de atuação e como é a faculdade. Ter conversado com uma mulher deixou mais claro como seria, para mim, cursar Engenharia.

Embora tudo que eu ouvi tenha sido muito interessante e esclarecedor, ainda não tomei uma decisão. Conheço alguns filósofos e, até por isso, não me restava dúvidas sobre o curso ou área de atuação (que não é lá muito boa, infelizmente).

O que decidi, já faz um tempo, é que vou prestar vestibular para os dois cursos. Em algumas instituições tentarei Mecatrônica e em outras, Filosofia. Só com o resultado em mãos, se preciso for, escolho entre os dois.

Parece-me cruel ter de escolher o que fazer para o resto da vida, ainda mais tendo que optar por duas coisas que gosto muito. O que não quer dizer que eu não posso me decidir por um curso e, depois de formada, fazer o outro.

O que acontece é que o tempo que levamos fazendo faculdade, contando com os estudos pós-graduação, é grande. Logo, reiniciar todo o processo de vestibular para fazer outro curso é difícil. E cansativo também, claro.

Luiza Nunes é aluna do Cursinho da Poli