As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vestibulandos esperam dia mais fácil da 2ª fase Fuvest com disciplinas ‘que dominam’

Redação Estadão.edu

07 Janeiro 2014 | 12h36

Guilherme Soares Dias

Apesar do cansaço, os vestibulandos esperam que o terceiro e último dia de prova da 2ª fase da Fuvest seja o mais fácil até aqui. Isso porque as 12 questões exigidas serão sobre duas ou três disciplinas da área relacionada à carreira escolhida.

Candidato a uma vaga em Engenharia da Produção na USP, o estudante Alexandre Kim, de 18 anos, terá de resolver questões de Matemática, Física e Química. A maratona de 5 horas de estudo diária e a facilidade com os temas deixam o vestibulando tranquilo. “Para mim é o dia mais tranquilo, porque são as matérias que eu domino mais”, diz ele, que já esperava a abertura dos portões na UMC Villa Lobos, na zona oeste de São Paulo, por volta de 12 horas. “Pela prova que fiz até agora, acho que dá para passar”.

O estudante Rodrigo Mazzeo, de 19 anos, pensa o contrário: acredita que as questões específicas da área tendem a exigir mais.”Para mim hoje é um dos dias mais difícies”, diz ele, que presta para Engenharia Mecânica e também vai encarar itens de matemática, física e química. “Já estou cansado, é muito ruim esse sistema de vestibular”, reclama ele.

Os portões fecham às 13 horas, horário que está marcado para início da prova. Os candidatos terão quatro horas para resolver a prova. Todas as questões nesta 2ª fase são discursivas.

A ‘TV Estadão’ vai transmitir a correção das provas a partir das 19h30. Professores do Cursinho da Poli comentam ao vivo a prova (www.estadao.com.br/aovivo). Candidatos podem enviar perguntas pelo Twitter com a hashtag #participaestadao ou postar comentários na página do Estadão.edu no Facebook (www.facebook.com/estadao.edu).

Este é o terceiro dia de prova da 2ª fase. Ontem, os vestibulandos encararam 16 questões das disciplinas do ensino médio (História, Geografia, Matemática, Física, Química, Biologia e Inglês). A prova de Português e a Redação foram realizadas no domingo, dia 5. Professores ouvidos pelo Estado comentaram que a prova foi boa e o tema da redação surpreendeu. Os estudantes tiveram que escrever um texto sobre a questão do Idoso na sociedade. Já o exame de ontem foi considerado muito bem elaborado, mas de dificuldade elevada pelos especialistas.