Válvula de escape
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Válvula de escape

Redação

21 Outubro 2009 | 14h12

“Semana passada foi a primeira de revisão final. Estava ansiosa para que chegasse e aí para rever o conteúdo. É um período um pouco solitário em que depende só de você fazer os exercícios e tirar as dúvidas. Para mim é a melhor fase, porque resolvo muitos exercícios e vejo que eles estão dando certo. Por enquanto está gostoso e eu estou indo muito bem.

Terminei também as minhas aulas particulares. Havia planejado exatamente isso: começá-las em março e terminá-las antes da revisão. Assim eu consigo ver os conteúdos três vezes: nas aulas normais, nas particulares e na revisão.

Ontem voltei a fazer atividade física na academia. Ano passado, na época de revisão, eu havia feito natação. Desta vez, estou nas aulas de body jump. Gosto muito de dançar, fazer as coreografias e rir muito – de mim e dos meus erros.

Tenho cuidado muito de mim, tanto do meu psicológico quanto do meu físico. Durante o ano senti dor no ombro e sei que isso é reflexo do sedentarismo, do cansaço, do peso que carrego, da minha postura. Nesta época do ano, com o estresse acumulado, é preciso ter uma válvula de escape porque senão você pira. Não se trata de escapismo. É apenas para soltar a energia. E eu estou gostando muito.”