As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘União’ de estudantes prejudicados pelo Enem 2010 promete recorrer à Justiça

Redação Estadão.edu

16 Janeiro 2011 | 20h37

Estudantes que prestaram o Enem 2010 e na sexta-feira descobriram que suas redações haviam sido anuladas e as notas das provas de linguagens e códigos e de matemática não contabilizadas criaram um blog para demonstrar sua indignação. O site http://prejudicadosenem2010.blog.com tem apenas um post, em que a autodenominada União dos estudantes prejudicados no Enem 2010 assina uma “nota oficial” ao “Ilustríssimo Sr. Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Joaquim José Soares Neto, e ao Ministério da Educação”.

No texto, os candidatos se dizem “profundamente contrariados e insatisfeitos” com os resultados obtidos, considerados “injustos e absolutamente inaceitáveis”.

Segundo o MEC, dez mil estudantes tiveram as redações anuladas ou receberam conceitos de nulidade às provas teóricas. “Julgamos, porém, que este número pode ser bem maior, considerando a repercussão de denúncias do mesmo problema tida nos sites de relacionamento como Orkut e Twitter”, afirma a nota.

O texto continua: “Têm sido levantadas por nós, estudantes, hipóteses de extravio das provas e erros de controle nos sistemas de computação e internet dos Órgãos. As suposições se baseiam na série de erros já conhecidos e repercutidos nacionalmente na mídia, que vão desde erros de impressão e questões mal elaboradas até o vazamento de provas inteiras e do tema da redação.”

Por fim, a “União” ameaça recorrer à Justiça para garantir:

– Suspensão temporária das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu)
– Suspensão temporária das inscrições no Programa Universidade para Todos (ProUni)
– Reaplicação do processo de correção aos cartões de resposta e provas de redação com conceitos de resultado nulo, bem como a revisão de suas digitalizações
– Correção nas notas dos estudantes prejudicados

O blog também pede que os estudantes prejudicados coloquem seu nome num abaixo assinado criado ontem e que já registrou, até as 20h35 deste domingo, 366 assinaturas.

Leia também:

Alunos reclamam de ausência da nota do 2º dia

Mais conteúdo sobre:

enemEnem 2010