As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Treineiras prestam Unicamp para conhecer o ‘jeitão da prova’

Redação

15 Janeiro 2012 | 13h15

* Por Rose Mary de Souza, especial para o Estadão.edu

CAMPINAS – Duas estudantes de Campinas que prestam o vestibular da Unicamp como treineiras disseram, antes da prova, que não deixariam nenhuma das 24 questões em branco, apesar de ainda não terem concluído o ensino médio. As alunas querem participar do exame para chegarem mais preparadas ao processo seletivo do fim deste ano, quando elas serão candidatas para valer.

Thaís Haddad, de 16 anos, ainda não sabe o curso para o qual se inscreverá no próximo vestibular. Neste, é treineira de Humanas. “Quero saber como dosar o tempo para responder a todas as questões, o jeitão do vestibular e como será meu comportamento na sala de prova”, afirmou a estudante, que também participou dos processos seletivos da Unesp e da Fuvest e prestou o Enem.

Também treineira de Humanas, Maiza Sacco, de 17, só se inscreveu na Unicamp porque não quer mudar de cidade para cursar o ensino superior. Ela afirmou ter se saído bem na primeira fase do vestibular – tanto que foi classificada para a segunda etapa. “Era mais ou menos como eu imaginava. Agora espero ter uma boa pontuação na segunda fase também.”

Mais conteúdo sobre:

unicampvestibularunicampvestibular