As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudantes do Blog do Vestibulando dão suas impressões sobre o adiamento do Enem

Redação

02 Outubro 2009 | 20h35

Por Luis Guilherme Gerbelli

A alteração na data do Enem deverá fazer com que o exame seja realizado em dias próximos aos vestibulares da Unesp (8/11), Unicamp (15/11) e Fuvest (22/11). “Em um fim de semana, vamos fazer o Enem e, logo em seguida, passaremos pela Fuvest. Vamos estar muito cansado”, aposta Leandro Carabet, 18 anos, candidato do curso de Medicina e atualmente aluno do cursinho Objetivo.

O Enem 2009 foi adiado na madrugada de quinta-feira depois da reportagem d’O Estado de S. Paulo ter acesso ao exame, o que caracteriza a quebra de sigilo. O cancelamento da prova frustrou os alunos porque eles já estavam se organizando para a edição deste ano, que está revigorada e passará a valer como processo seletivo para diversas universidades federais.

Candidata ao curso de arquitetura, Lívia Victoria, 17 anos, aluna do terceiro ano do Colégio Vera Cruz, diminuiu a maratona de estudos na última semana para evitar o cansaço psicológico durante a realização do Enem. “Eu estava me preparando psicologicamente. Fiquei brava com o cancelamento da prova. Os próprios professores focaram em exercícios de interpretação e probabilidade”, disse.


Além da tradicional pressão, os estudantes, agora, também se preocupam com as datas dos outros vestibulares. Na agenda de Caroline de Campos, 17 anos, aluna do Colégio Global, o dia 15 de novembro já está reservado para o processo da ESPM. Entretanto, ela teme que o Enem seja remarcado para o mesmo dia.

“Se a prova for remarcada para 15 de novembro, terei que fazer o vestibular da ESPM na parte da manhã e o Enem durante a tarde”, afirma a futura aluna de design gráfico.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, ainda não divulgou a nova data do Enem e informou que o vazamento da prova deverá ser investigado pela Polícia Federal.