As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alunos ficam sem alternativa de lanche

Redação

19 Junho 2009 | 14h15

As cinco barracas de lanche instaladas em frente ao Sindicato dos Funcionários da USP (Sintusp) foram fechadas hoje após a discussão entre manifestantes contrários à greve e trabalhadores da universidade, por volta das 12 horas.

Magno de Carvalho, do Sintusp, disse que a decisão foi tomada para que os estudantes se dispersassem. “Fechamos as barracas para evitar linchamento, pois havia muitos alunos de fora do movimento grevista fazendo lanche ali, e queríamos evitar mais confronto, esvaziar o local”, afirmou.

As barracas do Sintusp são utilizadas pelos alunos da USP como alternativa de alimentação, enquanto os restaurantes universitários permanecem fechados pela greve. “Eles (os funcionários) estão ferindo meu direito duas vezes, fechando o bandejão e agora as barracas, onde eu costumava comer”, disse Luciana Pires, aluna do curso de Economia.

O lanche nas barracas do Sintusp custa de R$3,00 a R$5,00, e o refrigerante R$2,00.