As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Servidores da USP protestam contra demissão de funcionários celetistas

Redação

13 Janeiro 2011 | 12h19

Por Felipe Mortara

Cerca de 30 pessoas já estão reunidas em frente à Reitoria da USP para protestar contra a demissão de 271 funcionários celetistas da instituição. O ato foi convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores da universidade (Sintusp).

Diretores do Sintusp usam um caminhão de som e acusam o reitor João Grandino Rodas de ter realizado os desligamentos sem justa causa com o objetivo de reduzir custos e avançar na terceirização. Segundo os sindicalistas, outras demissões serão feitas. “Funcionários de muitos anos estão sendo jogados fora como lixo”, afirmou um dos líderes do protesto.

Em reunião realizada na terça-feira com a administração da universidade, os representantes do sindicato não conseguiram reverter a decisão anunciada nos primeiros dias do ano. Em seu site, o Sintusp afirma que a única contraproposta apresentada pela Reitoria foi estender o auxílio-saúde para os demitidos de dois para três anos, e uma recolocação profissional para os “mais necessitados”. A sugestão foi recusada pelos representantes dos funcionários.

Mais conteúdo sobre:

sintuspusp