As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Público elogia articulação entre Haddad e Paulo Renato, mas critica falta de aprofundamento

Redação

08 Junho 2009 | 13h07

Gisela Wajskop, doutora em Educação e diretora do Instituto Superior de Educação de São Paulo Singularidades, elogiou a articulação do tema Educação pelo ministro Haddad e Paulo Renato. “Gostei bastante, eles mostraram maturidade suficiente para debater o tema que tanto merece atenção”.

No entanto, Gisela e sua colega Ivaneide Dantas, mestre em liguistica, destacaram que alguns pontos não foram tão aprofundados no debate que discutiu, entre outros, a formação de professores principalmente da rede pública. ” Como o tema da educação a distância.Nada substitui a presença do professor em sala de aula. Nossos alunos têm necessidade de uma tutora, esta relação de vínculo”.

Segundo elas, o auditório lotado na sede do Grupo Estado, para acompanhar a discussão, mostra a importância que o tema Educação vem ganhando nos últimos tempos. ” A sociedade civil está cansada. Professor mal formado passa informação ruim. É um ciclo. Sem contar que tem o mercado de trabalho. Sem uma formação adequada, investimento, não há qualificação no mercado”, concordaram.