As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Prova exigiu mais conteúdo, dizem candidatos em Campinas

Carolina Stanisci

03 Novembro 2012 | 19h20

Os estudantes que participaram do primeiro dia de provas do Enem em Campinas destacaram o fato de que este ano a prova exigiu mais conteúdo e menos interpretação de texto dos candidatos. Henrique Perez Nascimento, que vai fazer vestibular para Mecatrônica, concordou com Silva. “Foi um pouco surpreendente o enfoque do exame, em especial da prova de Ciências da Natureza, mas acho que para quem se preparou foi melhor”, disse Henrique Perez Nascimento, que vai fazer vestibular para Mecatrônica. Ele disse estar mais preocupado com a prova de amanhã, por causa da redação.

De acordo com Cinara Almeida Macias, que pretende entrar na Faculdade de Jornalismo, a maior exigência por conteúdo também foi uma surpresa. Para ela, que também já havia feito o Enem no ano passado como “treineira”, a mudança foi positiva. “Com isso, se avalia melhor o conhecimento de cada candidato”, afirmou. Ao contrário de Henrique, Cinara não está tão preocupada com a prova de redação amanhã, mas sim com a de matemática. “É nesta que vou ter que me empenhar mais.”

A estudante Sthepanny Matteo viveu uma situação inusitada. Apesar de chegar uma hora antes do Enem a seu local de prova, não pôde fazer o exame, porque esqueceu o documento de identidade.