‘Presas políticas’ atacam Alckmin e Rodas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Presas políticas’ atacam Alckmin e Rodas

Redação

10 Novembro 2011 | 23h49

* Por Carlos Lordelo

SÃO PAULO – Os chamados “presos políticos”, estudantes detidos na operação da PM que desocupou a reitoria da USP, foram as estrelas da assembleia. Uma garota que foi levada ao 91.º Distrito na terça-feira disse aos colegas que a polícia inicialmente queria apenas fazer um termo circunstanciado e liberar os alunos. “Aí veio ordem do governador Alckmin para imputar a maior quantidade de crimes possíveis.”

Outra aluna, identificada como Rose, disse que foi vitima de tortura e teve de segurar o choro. “Rodas não é persona non grata: ele não é uma pessoa. Assim como não são aqueles policiais”, disse.