Preparação incomum: meditação e férias na Bahia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Preparação incomum: meditação e férias na Bahia

Redação

08 Janeiro 2012 | 14h16

* Por Cedê Silva, especial para o Estadão.edu
Foto: Epitácio Pessoa/AE

SÃO PAULO – No burburinho de sons da Fuvest,  a preparação de Victor González, de 24 anos, chamava a atenção. Em posição de lótus, o candidato meditava em plena calçada do local de prova, na UMC da Vila Leopoldina, zona sul. Esta é a quinta vez que Victor presta a Fuvest. Nos anos anteriores, tentou vestibular uma vez para o curso de Artes Cênicas e três vezes para Letras. Desta vez, disputa uma vaga em Biblioteconomia.  “A preparação para a segunda fase foi tranquila”, conta. “Não estudei, mas dei uma revisada na matéria”.

Victor conta que aprendeu a meditar com seu irmão, em viagens que os dois faziam pegando carona. Enquanto uma acenava com o polegar, o outro meditava. “Me ajuda a acalmar e sempre medito antes de tarefas importantes”, comta. Para o tema de redação, Victor aposta em algo relacionado ao cenário político, por causa da queda de ditadores e ministros em 2011.

Já Fernando Ferraz torce para que o tema seja relacionado ao meio ambiente, com o qual tem mais familiaridade. “Mas só vou saber lá dentro”, afirma o estudante, que presta vestibular pela primeira vez.  Fernando fez 72 pontos na primeira fase da Fuvest, nove pontos acima da nota de corte do curso de Engenharia de Produção.  “Nos últimos dias, estava estudando seis horas por dia, mas descansei uma semana e meia depois do resultado a primeira fase”, conta. No ano novo e no dia 1º, Fernando também estudou.

Taís Penteado teve uma preparação bem incomum. No dia 21 de dezembro, viajou para a Bahia e só voltou ontem, dia 7 de janeiro. Apesar de não ter estudado durante as férias, leu quatro livros.  A estudante disputa uma vaga no curso de Direito e não tem certeza se fez 61 ou 62 pontos na primeira fase do vestibular. Taís já tinha sido treineira da Fuvest, mas esta é a primeira vez que faz a prova da segunda fase. Para o tema de redação, aposta em algo relacionado às práticas e liberdades da imprensa.