As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Português foi ‘fácil’, mas redação ‘incomodou’ em Sorocaba

Redação

08 Janeiro 2012 | 17h06

*Por José Maria Tomazela

SOROCABA – As questões de português da primeira prova da segunda fase da Fuvest acharam fáceis pelos candidatos em Sorocaba, a 92 km de São Paulo. No entanto, o tema da redação – que versou sobre política – foi considerado “incômodo” por vários estudantes. “Pode pegar muita gente porque é um tema pouco tratado em ambiente acadêmico”, disse Lucas Lauretto, de 17 anos, que disputa vaga em Biologia. “O tema ficou muito aberto, havia várias possibilidades de abordagem, o que nem sempre ajuda o candidato, mas acho que fui bem”, disse Maria Fernanda Moreira, de 17, candidata a Letras na USP.

Lucas Queiroz, de 22 anos, que tenta carreira em Música, achou o tema da redação subjetivo. “Deu para desenvolver, agora depende de quem vai corrigir”, preocupa-se. Lívia Jacob, de 17 anos, disse que as questões sobre literatura foram mais difíceis. “Quem não leu todos os livros teve dificuldade.”

João Lucas Alves, de 17, que busca vaga em Ciência da Computação, encontrou menos dificuldade do que esperava na interpretação de textos. “As questões estavam bem formuladas e foram até fáceis.” A coordenação local da Fuvest informou que a prova, em Sorocaba, transcorreu sem incidentes.