Pelé lança material didático para disciplina de Educação Física
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pelé lança material didático para disciplina de Educação Física

Redação Estadão.edu

22 Maio 2014 | 20h39

Foto: Iara Morselli/Estadão

Há quem ache que Educação Física é uma disciplina que não tem material didático de apoio e é voltada apenas ao aluno que tem “talento” para a prática esportiva. Pois saiba que essa matéria trabalha o autoconhecimento corporal, a história dos esportes e a utilização deles nas diferentes civilizações. Por meio dela é possível ainda ensinar valores como solidariedade, companheirismo, cooperação e respeito. Ensinar Educação Física não demanda grandes infraestruturas das instituições de ensino, mas sim uma excelente preparação técnica dos profissionais que ministram as aulas.

Para ajudar as escolas a organizar e planejar o currículo de Educação Física, Edson Arantes do Nascimento, o rei Pelé, lança nesta sexta-feira, 23, o Programa Esportivo Lúdico Educacional (PELE) durante a feira Educar/Educador e Bett Brasil 2014. No evento ele falará ainda da importância do esporte na educação.

Composto por material didático impresso e digital, o PELE possui atividades que envolvem modalidades como atletismo, basquete, rúgbi, hóquei, vôlei, esgrima, polo aquático, etc.

Tecnologia na educação. Soluções inovadoras na educação – com equipamentos tecnológicos e, principalmente, novas práticas pedagógicas –  foi um dos principais assuntos discutidos por especialistas e educadores na feira Educar/Educador e Bett Brasil 2014 nesta quinta-feira, 22. O evento acontece nesta semana no Centro de Convenções Imigrantes e vai até sábado, 24.

Aplicativos para a correção, por celular, de provas de múltipla escolha, sistemas “em nuvem” para armazenar as provas e acompanhar a correção feita pelo professor, além de métodos para ensinar empreendedorismo a crianças foram temas encontrados nos stands e nas apresentações da feira nesta quinta.

Um dos principais palestrantes do dia foi o filósofo, educador e professor Mario Sergio Cortella, que falou sobre ética, compromisso e competência profissional na educação.  Antes do evento, no dia 17, em entrevista exclusiva ao Estado, ele falou da importância de as escolas distinguirem o que é tradicional e necessário na educação daquilo que precisa ser deixado para trás porque é arcaico. “A escola tem de ficar em estado de prontidão para acompanhar uma parcela das mudanças, que acontecem de forma extremamente veloz. Isso porque nem tudo o que vem do passado tem de ser levado adiante.” Acompanhe a entrevista aqui: http://bit.ly/1hVkm3W

Em entrevista à TV Estadão, a especialista em educação Vera Cabral e consultora da Educar/Educador Bett 2014 afirmou que o desafio atual  é melhorar o uso da tecnologia para melhorar a aprendizagem e mudar a relação na sala de aula. “Um computador por aluno não é a solução”, diz ela. Veja abaixo o vídeo:

  

Também ocorreu nesta quinta o lançamento da primeira sala de aula no formato Google do mundo, recém-inaugurada em um colégio particular de São Paulo. A nova sala foi aberta há um mês no Colégio Mater Dei, no Jardim Paulista, zona oeste da capital. O projeto é uma parceria da escola com o setor de educação da gigante de tecnologia. Nesta semana, o Estado deu uma reportagem exclusiva sobre esse modelo de salas. Confira aqui: http://bit.ly/1ndL9Mk