As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para professora do cursinho da Poli, tema da redação foi ‘bem contextualizado’

Redação

09 Janeiro 2011 | 17h18

Para a professora de português do cursinho da Poli, Cristiane Bastos, o tema da redação, que falava em altruísmo e pensamento a longo prazo, foi bem contextualizado. “Conseguiram falar em um tema filosófico com uma abordagem contemporânea”, disse.

Alguns candidatos relacionaram o tema a meio ambiente, mas, segundo a professora, não era uma relação necessária. “Dava para falar em desenvolvimento sustentável, por exemplo, mas não precisava ser necessariamente sobre isso. Era algo mais filosófico”, avaliou.

A prova de língua portuguesa foi ‘bem feita’ e de nível médio, segundo Cristiane. As obras cobradas foram ‘A cidade e as serras’, ‘Capitães da areia’, ‘O Cortiço’ e ‘Antologia Poética de Vinicius de Moraes’. “Esperávamos uma questão especifica sobre ‘Vidas secas’, mas não teve”, disse.

“Acho que uma das questões mais complicadas de literatura pode ter sido sobre a obra ‘A cidade e as serras'”, avaliou. Quanto a parte de gramática, Cristiane comentou que todas as questões foram sempre aliadas à interpretação de texto.

Mais conteúdo sobre:

fuvestpoliportuguêsuspvestibular