As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para Oficina do Estudante, obras de leitura obrigatória marcaram o exame deste domingo

Redação Estadão.edu

13 Janeiro 2013 | 19h04

Para o diretor pedagógico do cursinho Oficina do Estudante, Célio Tasinafo, as provas de linguagens e de matemática aplicadas no primeiro dia da segunda fase do vestibular da Unicamp não surpreenderam. Tasinafo destaca o peso que as obras de literatura obrigatória tiveram na avaliação. De acordo com o diretor, seis das 12 questões de português exigiram conteúdos relacionados com os livros. “Um candidato que não leu, por alguma acaso, as obras selecionadas e limitou-se a consultar resumos, teria de ter uma excelente memória para conseguir responder às questões de modo completo e fazer as relações que eram pedidas”, diz.

Foram cobrados os livros, Capitães da Areia, de Jorge Amado, Vidas Secas, de Graciliano Ramos, Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida, Viagens na minha terra, de Almeida Garrett, Til, de José de Alencar, Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis e Sentimento do Mundo, de Carlos Drummond de Andrade – os quatro títulos finais passaram a integrar a lista de leituras obrigatórias no último ano.

Segundo Tasinafo, na outra metade da prova de língua portuguesa prevaleceu a interpretação de texto, como já era esperado. “A cobrança de gramática foi bastante básica”, afirma o diretor, mencionando a questão que pedia as regras de utilização dos “porquês”.

Quanto à avalição de matemática, Tasinafo definiu-a como “trabalhosa”. De acordo com o diretor, mesmo trazendo algumas questões contextualizadas, o que facilitava o seu entendimento por parte dos vestibulandos, era necessário uma série de cálculos para resolvê-los. “Não tem jeito, matemática é matemática, é sempre trabalhosa”, diz.

O diretor comentou também que a parte de exatas da avaliação aplicada neste domingo foi semelhante à segunda fase da Fuvest no que diz respeito à abrangência de assuntos. Teve questões que trataram de polinômios, trigonometria, matrizes, geometria espacial, progressão geométrica etc.