As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para cursinho Etapa, tema da redação foi escolha inteligente

Redação

20 Novembro 2011 | 21h29

Para os professores do cursinho Etapa, a carta a Dilma Rousseff foi uma escolha inteligente para o tema da redação. “E o candidato podia elaborar o texto com os dados fornecidos na proposta”, lembrou o coordenador Marcelo Dias Carvalho. Eis os comentários das diferentes provas:

Português. Enunciados claros, com elementos de gramática mesclados às questões – uma tendência dos atuais vestibulares. Quem leu o enunciado com atenção já sabia a resposta.

Matemática. Boa abrangência de conteúdos. Na parte dissertativa, um texto bem longo, mesclando com física.

Física. A prova mais complexa. Três das cinco questões eram “de alta complexidade”. Na parte escrita, questão mais fácil.

Química. Prova inteligente com boa abrangência de conteúdos. Cobrou conceitos simples.

Biologia. Teste também simples e bem distribuído, com conceitos básicos. Na questão 30, bastava ler com atenção para chegar à resposta correta (“C”).

História. Textos claros cobraram conteúdos importantes. A dissertação exigiu grande capacidade de síntese, por causa do pouco espaço e dos muitos temas.

Geografia. Quem não leu com atenção ficou em dúvida entre 2 ou mesmo 3 alternativas, mas uma leitura com mais atenção tirava dúvidas. A dissertação sobre urbanização exigiu que o aluno tivesse os conceitos muito claros em mente.

Inglês. Prova simples e bem-feita.

Redação. Escolha inteligente do tema. Aluno podia embasar o texto com dados fornecidos pela própria prova.