As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Instituto oferece bolsas de estudo a talentos acadêmicos da rede pública

Redação Estadão.edu

18 Julho 2013 | 18h48

Estão abertas até o dia 9 de agosto as inscrições para o processo seletivo do Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos (Ismart), que concede bolsas de estudo nas melhores escolas particulares do Rio e de São Paulo a alunos talentosos da rede pública.

Para participar, é necessário estar no 7º ou no 9º ano do ensino fundamental, estar dentro da faixa etária adequada aos respectivos anos letivos, nunca ter repetido o ano escolar e ser proveniente de família com renda por pessoa de no máximo dois salários mínimos.

As inscrições podem ser feitas pelo aluno ou por seu professor no site www.ismart.org.br. A seleção é dividida em cinco etapas: teste online, prova presencial, entrevista individual, visita domiciliar e dinâmica de grupo.

Alunos de baixa renda ganham bolsas em escolas particulares de SP e do Rio

Os estudantes matriculados no 7º ano podem se candidatar ao Projeto Alicerce, que oferece gratuitamente um curso preparatório de dois anos para as provas de seleção para cursar o ensino médio nas escolas parceiras do projeto: Bandeirantes, Objetivo e Santo Américo, em São Paulo; Objetivo e Poliedro, em São José dos Campos, no interior de São Paulo; pH e São Bento, no Rio de Janeiro. Ao passar no processo seletivo do colégio escolhido, o aluno ganha bolsa durante todo o ensino médio.

Já os alunos que estão cursando o 9º ano do ensino fundamental podem participar do programa Bolsa Talento, que oferece a oportunidade de cursar o ensino médio nos seguintes colégios: Arquidiocesano, Etapa, Lourenço Castanho, Móbile e Objetivo, em São Paulo; Sidarta, em Cotia, na Grande São Paulo; Uirapuru, em Sorocaba, no interio de São Paulo; e pH, no Rio de Janeiro.

Em ambos os projetos, o Ismart oferece uniforme, material escolar, alimentação e transporte, além do pagamento da mensalidade. Ao concluírem o ensino médio, os bolsistas ainda podem ganhar bolsa-auxílio de um salário mínimo para cursar a faculdade, se aprovados nos vestibulares de excelência.

Mais informações: www.ismart.org.br.