As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ideia que vale ouro

Redação

21 Abril 2012 | 20h02

CorrendoAtras_Medica_600_1.jpg

* Por Lorena Amazonas, especial para o Estadão.edu

Algo muito simples e barato. Isso é o máximo que a estudante de Medicina Maria Cysne revela da ideia graças à qual ela será uma das 150 pessoas a participar, em 22 de junho, em Boston, do congresso de 200 anos do The New England Journal of Medicine, uma das mais importantes revistas científicas do mundo. Ela ficou entre as vencedoras de um desafio proposto pelo New England: médicos e alunos de Medicina do mundo todo deveriam propor uma solução para um problema recorrente hoje em dia, o dos pacientes que pesquisam na web sintomas de sua doença e já chegam ao consultório com um diagnóstico pronto. “Não quero falar sobre minha ideia antes de patenteá-la. Não para ganhar dinheiro, mas sim para facilitar a vida das pessoas.” Aluna do 8º período do curso da Federal de Minas Gerais, Maria estuda inglês há 8 anos na Cultura Inglesa em Belo Horizonte. Vai colocar em prática seu conhecimento de inglês esta semana, quando fará palestra em um congresso sobre dispositivos móveis na área médica, em Luxemburgo. “Vou ficar uma semana em Londres, para conhecer universidades.”

VEJA TAMBÉM

Correndo atrás do inglês
Veja os motivos de outros 10 brasileiros para estudar a língua