As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fuvest trouxe duas questões difíceis por matéria, diz coordenadora do Objetivo

Redação Estadão.edu

07 Janeiro 2014 | 19h15

Guilherme Soares Dias

A prova da Fuvest realizada hoje teve distribuição de matérias nas disciplinas cobradas, segundo a coordenadora do curso e colégio Objetivo, Vera Lúcia da Costa Antunes. “Pediu conceitos fundamentais das matérias, os mais importantes, dando chances para que todos fizessem a prova”, diz. A exceção fica por conta de História, que se concentrou em moderna e contemporânea. De acordo com Vera, as provas apresentaram duas questões fáceis, duas médias e duas difíceis em cada disciplina. “Os estudantes que precisam responder seis questões da disciplina, pegavam as duas mais difíceis. Já os que escolheram cursos que tinham apenas quatro questões se livravam das mais difíceis”, afirma.

Vera avalia que as provas de Física, Química e História trouxeram enunciados longos, que exigem que aluno lesse tudo até chegar a pergunta. “Isso mostra a necessidade que o vestibulando tem de saber interpretar questão”, afirma. Em Geografia e História, a coordenadora do curso Objetivo destaca a análise de gráficos, de tabela ou de mapas. “Foi uma prova rica em análise visual, em imagem. Isso denota a importância de saber fazer interpretação visual”, afirma.